Brasil

UFPB é 5ª melhor universidade no NE e 31ª no país

Com média 69, a UFPB ficou em 1.241º no ranking mundial. Ao todo, foram avaliadas 20 mil universidades

A Universidade Federal da Paraíba (UFPB) foi apontada como 5ª melhor instituição no Nordeste e 31ª no Brasil pelo The Center for World University Rankings (Centro de Classificações Universitárias Mundiais, em tradução livre). Com média 69, a UFPB ficou em 1.241º no ranking mundial. Ao todo, foram avaliadas 20 mil universidades.

 

A divulgação do ranking mundial, nesta segunda-feira (8), foi realizada pelo site da organização responsável pelas classificações. Conforme os números publicados, as cinco melhores do mundo ficam nos Estados Unidos (EUA) e no Reino Unido. São elas: Harvard University (EUA), Massachusetts Institute of Technology (EUA), Stanford University (EUA), University of Cambridge (Reino Unido) e University of Oxford (Reino Unido).

De acordo com o Center for World University Rankings, indicadores objetivos são usados para abranger quatro pilares principais da metodologia do ranking: qualidade da educação, emprego de ex-alunos, qualidade do corpo docente e desempenho da pesquisa. A partir do método utilizado, a organização não depende de pesquisas e envio de dados das universidades para configurar as classificações.

“É dada ênfase ao ambiente de aprendizagem e à pesquisa. Vinte mil universidades são analisadas e classificadas de acordo com seu desempenho acadêmico. O Centro utiliza sete indicadores objetivos para classificar as universidades do mundo. É uma organização que fornece dados sobre políticas, ideias estratégicas e serviços de consultoria a governos e universidades. São rankings universitários globais oficiais conhecidos pela objetividade, transparência e consistência”, destacam a equipe da organização.

A qualidade da educação é medida pelo número de ex-estudantes que conquistaram grandes distinções acadêmicas (corresponde a 25% da pontuação); emprego de ex-alunos (ocupação de altos cargos executivos nas maiores empresas do mundo, valendo 25% na nota); e capacidade do corpo docente (quantidade de professores que conquistaram grandes distinções acadêmicas e conta 10% na média).

Já o desempenho em pesquisas soma 40%. São analisados os resultados (10% quanto ao total de artigos de pesquisas), as qualidades das publicações (10% ao número de artigos de pesquisa que aparecem em periódicos de primeira linha), influência (10% para a média do número de artigos em periódicos altamente influentes) e as citações (10% destinados à quantidade de artigos de pesquisa altamente citados).

O Center for World University Rankings é uma organização que fornece assessoria política e insights estratégicos a governos e universidades para melhorar os resultados educacionais e de pesquisa. A entidade publica rankings universitários globais reconhecidos pela objetividade, transparência e consistência.

 

Portal Correio

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios