Brasil

Temos que fazer oposição pelos direitos dos brasileiros, diz Haddad

Em discurso logo depois de perder a eleição, o candidato do PT à Presidência da República,  Fernando Haddad, disse que agora é preciso “em nome da democracia, tem que defender os 45 milhões que têm ideia diferente da maioria”.

“Temos responsabilidade de fazer oposição colocando o direito dos brasileiros acima de tudo”, afirmou o petista em um discurso de pouco mais de 10 minutos feito a correligionários em um hotel no bairro paulistano do Paraíso.

Haddad disse que agora tem de manter a democracia e falou da necessidade do partido “reconectar com a base, com as periferias”.

 “Conhecemos a cidadania em cada brasileiro e não vamos deixar esse brasil para trás. […] Vamos continuar nossa caminhada nos reconectando com as bases e os pobres para fazer um programa de nação”, garantiu o petista.

O ex-prefeito de São Paulo destacou ainda que boa parte dos 45 milhões de eleitores que votaram nele não integra partidos políticos e nem associações. “Houve uma reversão muito importante em função de uma conscientização de boa parte dos brasileiros ao ver o que estava em jogo”, avaliou.

O candidato derrotado também lembrou a prisão do ex-presidente Lula e o impeachment de Dilma para dizer que “vivemos um período que as instituições são postas em dúvida”. “Seguimos de cabeça erguida e com coragem para levar a nossa mensagem”, afirmou Haddad.

Kaique Dalapola, do R7

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios