policialPrincipal

Suspeito de ajudar a balear diretor da cadeia de Solânea é preso

vitima-3-300x223Um homem foi preso no início da tarde desta segunda-feira (23) dentro da sua própria casa na cidade de Solânea, no Agreste paraibano. De acordo com a Polícia Militar, ele é apontado como suspeito de partipar de tentativa de homicídio contra o diretor da cadeia da cidade, Alberto de França Costa, que foi baleado no pescoço na noite de domingo (22) do lado de fora do ginásio do município. O outro suspeito, que seria o autor dos disparos contra o diretor, continua foragido.

O homem preso teria ajudado o autor dos disparos a fugir em uma motocicleta após o crime, segundo o major Sinval Albuquerque, subcomandante do 4º Batalhão de Polícia Militar (BPM), que acrescentou que o suspeito nega a participação, mas testemunhas confirmam que ele estava pilotando a motocicleta usada na fuga.

De acordo com a PM, o homem responde por um homicídio no município de Picuí, no Curimataú paraibano. Ele foi encaminhado à delegacia da cidade.

As informações do delegado Diógenes Fernandes, responsável por investigar o caso, apontam que o diretor foi baleado por um ex-presidiário.

Adolescentes apreendidos
A polícia já tinha apreendido cinco adolescentes que teriam participação no crime. De acordo com o delegado do caso, o suspeito e a vítima discutiram antes do crime. “Segundo as testemunhas, o suspeito saiu, pegou uma arma e retornou para atirar contra o diretor. Dois dos cinco adolescentes participaram diretamente para conseguir a arma usada pelo ex-presidiário na tentativa de homicídio”, explicou Diógenes Fernandes.

Ainda de acordo com o delegado, parentes do ex-presidiário estão presos na cadeia dirigida pela vítima. “Vamos investigar se a discussão iniciada pelo ex-presidiário foi um pretexto para esconder alguma motivação para o homicídio. O suspeito não chegou a ficar sob custódia do diretor na época em que ficou preso, mas sabemos que dois irmãos dele estão reclusos em Solânea”, comentou o delegado.

O diretor ferido foi socorrido e encaminhado para o Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande. O estado de saúde de Alberto de França Costa era considerado grave no momento em que foi socorrido. Conforme a assessoria do Trauma de Campina Grande, o diretor seguia internado até a manhã desta segunda-feira (23) na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em estado considerado regular.

O suspeito havia sido preso anteriormente por tráfico de drogas e roubo, segundo a Políci Civil. Ele seguia foragido até as 7h50 desta segunda-feira. Os adolescentes apreendidos foram encaminhados para delegacia de Solânea e devem ser apresentados ao Ministério Público da Paraíba.

Com G1PB

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios