Destaques

Sessenta casos de câncer de pele são diagnosticados diariamente em João Pessoa

sessenta-pacientes-por-dia-sao-diagnosticados-com-cancer-de-pele-em-jp.jpg.280x200_q85_cropOs casos de câncer de pele estão em ascensão em João Pessoa nos últimos meses, e com a chegada do verão a incidência de raios ultravioletas aumentam mesmo em dias nublados. Segundo o dermatologista, Otávio Sérgio Lopes, cerca de 60 pacientes por dia são diagnosticados com o câncer de pele na capital paraibana.

Somente este ano, o câncer de pele matou 45 paraibanos. De acordo com o médico, dificilmente se observa câncer de pele hereditário. “Esse tipo de câncer é o mais comum de todos, no Brasil ele cresce cerca de 7% ao ano, e 95% desse tipo de doença é causado pela exposição ao sol”, ressaltou.

A maneira mais efetiva de prevenir a doença é a proteção solar. “É preciso que a população tome consciência que a proteção solar não ocorre apenas com o uso do protetor solar, que é muito importante, mas também é preciso lembrar de usar chapéus, roupas mais compostas, e evitar a exposição solar entre 9h e 15h”, explicou.

Segundo doutor Sérgio, a população tem que ficar atenta com mudanças na pigmentação e perda de elasticidade da pele, com feridas que não cicatrizam e que sangram com facilidade apenas ao passar a toalha, além de machas escuras ou até mesmo o aparecimento de uma pinta. Todos esses sintomas podem causados pelo câncer.

verão

As pessoas com maior risco são as que têm cabelos e olhos claros. Passar muito tempo exposto ao sol e ter tido uma ou duas queimaduras com bolhas na juventude também aumenta os riscos. Segundo Otávio Sérgio Lopes, em João Pessoa a radiação solar no inverno é alta e preocupante, e no verão essa radiação fica extrema e o pessoense deve tomar muito cuidado.

 

Graça Macena

Click PB

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios