Paraíba

Sessão em Câmara de Vereadores acaba no tiro na PB

125993,573,80A sessão da Câmara de Vereadores de Soledade (cidade localizada a 186 km da capital João Pessoa, e a 54 km de Campina Grande) acabou em confusão na noite de segunda-feira (21). Partidários do ex-prefeito Ivanildo Gouveia, que teve o mandato cassado pela Justiça Eleitoral, se desentenderam com aliados do atual prefeito, Flavinho Aureliano da Silva Neto (PTN). Durante a confusão, um tiro foi disparado para o alto dentro do prédio. O tumulto aumentou e a Polícia Militar foi chamada, para evitar agressões.

Os aliados do atual prefeito vaiaram o vereador Miranda Neto (PT) durante um discurso da tribuna da Câmara. O ex-prefeito Ivanildo estava no prédio do Legislativo. Com a confusão, ele disse que se sentiu ameaçado e se negou a deixar o local até que a proteção policial chegasse.

Ivanildo presta assessoria ao presidente da Câmara Municipal, Louro Delfino (PTB). Foi o presidente da Câmara que acionou a PM.

O ex-prefeito Ivanildo Gouveia postou em sua página no Facebook uma nota de repúdio a essa prática e destacou que ao governar Soledade com Zé Bento e depois o governo de Zé Bento e Fabiana, nunca foi registrada qualquer incitação à violência contra os vereadores ou contra os líderes partidários da oposição daquela época.

PM foi chamada à Câmara de Soledade

Foto: PM foi chamada à Câmara de Soledade
Créditos: Reprodução/Internet/Soledade Notícias

Na página dele no Facebook, o ex-prefeito de Soledade postou uma mensagem. Leia na íntegra, da mesma forma como foi publicada.

“Tive o privilégio de Governar Soledade, ao lado de Zé Bento, por seis anos e nove meses, sendo que Zé Bento por mais um ano e três meses, e ainda, Zé Bento e Fabiana durante mais de seis meses, jamais permitimos ou incitamos a violência. Entendemos que a democracia é o direito sagrado de ir e vir previsto na Constituição da República. Toda ação provoca uma reação, tenho tido o cuidado de conclamar ao povo amigo e da paz (verdadeira) não reaja a provocação, senão teremos guerra. Isto não interessa. A calma e equilíbrio dos nossos Vereadores tem sido um marco neste momento. Muitos perguntam o que está ocorrendo? a resposta é simples ‘mentes vazias’ acreditam que a violência será capaz de estancar as nossas forças”.

 Portal Correio 

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios