Saude

SES alerta municípios da região de Patos para risco de epidemia de dengue

dengue-270x202A 6ª Gerência Regional de Saúde, orgão da Secretaria Estadual de Saúde, com sede em Patos, inicia nesta segunda-feira, 31, reuniões em cidades que apresentam preocupação com o alto índice de infestação do monquitotransmissor da Dengue. Segundo programação elaborada pela 6ª GRS às reuniões começam nesta segunda-feira nos municípios de são Mamede, Santa Luzia, Várzea e São José do Sabugi. A programa completa está no final da matéria.

A preocupação com o alto índice de infestação do mosquito é por causa das recentes chuvas caídas no Sertão trouxeram consigo não apenas alegria, esperança de dias melhores ao sertanejo, mas também preocupação aos órgãos de saúde pública. O motivo foi o registro preocupante da presença do mosquito transmissor da dengue, com alto Índice de Infestação Predial (IIP). Hoje 17 municípios, dos 24 da jurisdição da 6ª Gerência de Saúde, apresentam situação de alto risco de infestação. Outros cinco apresentam médio risco.

O sinal vermelho foi acionado e ontem os técnicos da 6ª GRS, apoiadores e Vigilância Ambientam, estiveram reunidos com gerente José Leudo Farias para avaliarem os dados atuais. Dessa reunião foi montado um cronograma de visitas dos apoiadores aos municípios, encontros em que irão reunir gestores municipais de saúde, prefeitos, vereadores, ACS/ACE, coordenadores de saúde, conselheiros de saúde, administradores escolares, lideranças religiosas, a fim de todos, juntos possam discutir o problema e elaborar ações que possam fazer o combate ao mosquito transmissor da dengue. “Muitas águas estão acumuladas e precisam ser monitoradas. É importante chamar, não apenas as entidades ligadas à saúde, mas a população em geral para enfrentar essa preocupante situação”, comentou Leudo.

No início do ano cada município apresentou ao governo um plano de trabalho específico para controle da dengue. O governo federal destinou recursos para ser aplicados das ações. O plano de metas, em muitos casos, não foi executado. Nas reuniões que irão ocorrer na próxima semana em vários municípios, os Conselhos Municipais de Saúde, a quem cabe fiscalizar os recursos enviados pelo MS para o combate à dengue, serão convidados para avaliem esses planos e reveja quais as melhores estratégias a ser usadas.

A preocupação da Gerência de Saúde não é algo à toa. Basta lembrar que o Ministério da Saúde considera risco quando o IIP ultrapassa 4. Hoje o município de Santa Luzia está com índice de 20,5, algo que requer estratégia bastante consistente e participação de todos.

Conheça a programação das reuniões dos técnicos da 6ª GRS nos municípios até o dia 10 de abril. A cada dia, duas equipes farão as visitas:

31.03 9HS SÃO MAMEDE 09 HS SANTA LUZIA 14HS VÁRZEA 14HS SÃO JOSE SABUGI 01.04 9HS SÃO JOSÉBONFIM 9HS MÃE DAGUA 14HS TEIXEIRA 14HS MATUREIA 02.04 9HS CATINGUEIRA 9HS EMAS 14HS SANTA TEREZINHA 03.04 9HS AREIA DE BARAUNAS 9HS SALGADINHO 14HS PASSAGEM 07.04 9HS QUIXABA 9HS CACIMBA DE AREIA 14HS CONDADO 14HS MALTA 09.04 9HS DESTERRO 9HS CACIMBAS 10.04 14HS VISTA SERRANA 14HS SÃO JOSE DE ESPINHARAS

MaisPB com Assessoria

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios