Destaques

Servidores com acúmulo ilícito de cargos são notificados pelo governo da Paraíba

Quatorze servidores públicos do Estado da Paraíba foram convocados a apresentar defesa após serem acusados de acumular ilicitamente dois ou mais cargos públicos. A comissão estadual de acumulação de cargos notificou os servidores em publicações no Diário Oficial do Estado da Paraíba desta quarta-feira (20).

 Em seis casos, os servidores estaduais também acumulam cargos de vereador em suas respectivas cidades. Em outros dois casos, dois médicos, além de estarem lotados na gestão estadual, acumulam outros três cargos em municípios do interior da Paraíba.

A notificação indica que o servidor tem o prazo de cinco dias consecutivos, a contar da publicação, para informar por qual cargo vai optar. Conforme as publicações, os servidores foram notificados anteriormente e apresentaram defesa, porém as defesas não foram aceitas e os servidores foram obrigados a optar se mantém o vínculo com o governo do estado da Paraíba.

As notificações são assinadas pelo presidente da comissão Sósthenes Manacés Santos. Os nomes dos servidores notificados podem ser conferidos a partir da página oito do Diário Oficial do Estado da Paraíba.

Confira a lista dos cargos acumulados

  • professora (2x) e vereadora
  • capitão, professor de educação básica e vereador
  • atendente, aux. de enfermagem e vereadora
  • médico (3x)
  • médico (4x)
  • prestador de serviço e vereador
  • agente de investigação, suporte pedagógico e comissário da polícia
  • professora e agente de saúde
  • médico (4x)
  • regente de ensino, odontólogo e vereador
  • prestador de serviço, professor e vereador
  • cirurgiã dentista, professora da UEPB e professora da UFCG
  • professor da UEPB, professor educação básica e assistente administrativo da UFCG
  • professor educação básica, chefe na secretaria de educação e professor da UFPB

G1

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios