Municípios

Remígio não terá carnaval, diz prefeito

Chio-remigio-300x222

Mesmo tendo utilizado a festa de momo como bandeira de campanha, o prefeito Melchior Batista (PSB) anunciou em seu programa de rádio no último sábado (02) que desistiu de realizar o evento. A desculpa do gestor é a crise financeira porque passa a prefeitura.

Só em janeiro, como afirma o site do Banco do Brasil (https://www42.bb.com.br/portalbb/daf/demonstrativo.bbx?cid=757886), Remígio recebeu R$ R$ 2.079.342,17 (dois milhões, setenta e nove mil, trezentos e quarenta e dois reais e dezessete centavos).

Com um início de gestão conturbada, marcada por muito lixo, lâmpadas apagadas, fechamento do único hospital da cidade e do Centro de Saúde José Tomaz Filho, uma referência no município; e insatisfação por parte dos seus correligionários, Chió, como gosta de ser chamado o chefe do executivo, segue os passos do seu antecessor e desafeto político, Cláudio Régis (PP), prometendo uma grande festa para o dia 31 de março, data em que a cidade comemora 56 anos. A pergunta que os foliões fazem nas ruas é como a prefeitura recebendo mais de dois milhões em um só mês, não pode investir no carnaval? Uma alternativa para não frustrar as expectativas da população seria buscar uma parceria com o governo estadual, do seu colega de partido Ricardo Coutinho.

 

 

 

BuchoFuradoRemigio

 

 

Por: Sandra Souto

Para o Focando a Notícia

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios