Educação

Rede Record tira Tiririca e Brito Júnior do ar

tiririca-300x225A Record e o Tiririca podem até alegar qualquer outra coisa. Dizer, por exemplo, que o afastamento dele do “Programa da Tarde” se dará por causa dos seus inúmeros compromissos com a Câmara, em Brasília, ou até por algum motivo de ordem particular. Mas a verdade – e os próprios fatos testemunham – é que tivemos por aí mais um caso de absoluta incompatibilidade de gênios.

A presença do Tiririca, uma vez por semana, às segundas-feiras, só se deu para tentar justificar o salário que o humorista-deputado vinha recebendo há mais de um ano sem trabalhar. Mas uma coisa que, desde o primeiro momento, se sabia que as chances de dar certo estavam muito próximas de zero. Era uma comédia anunciada.

Não se pode afirmar, em nenhum instante, que existiu a ele uma acolhedora receptividade por parte dos componentes do programa, como também é impossível negar que a recíproca nunca deixou de ser verdadeira. Uma situação, como se vê, insustentável desde o primeiro dia.

Qualquer telespectador em casa, por mais desavisado, sempre se deu conta de alguma coisa estranha no ar, a partir dos cutucões de parte a parte. E muito mais da parte dele para com os outros. Fato é que se trata de uma saída sem volta. Tiririca já não participou do programa desta semana e não irá participar mais.

Deve, isto sim, retornar à condição de receber sem trabalhar, pelo menos até o fim do seu atual contrato, em julho. Afastamento do Britto – O problema do Tiririca não é um caso em ebulição no “Programa da Tarde”. Britto Junior, de alguns dias para cá, deixou de participar das reuniões da produção. Está com um pé fora, por causa da “Fazenda” que vem aí, e também porque andou se estranhando internamente.

Flavio Ricco

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios