Educação

Record manda Sabrina Sato “desaparecer”; saiba porquê!

346277-400x600-1Sabrina Sato só deve estrear na Record em abril do ano que vem. Até lá a ordem é que ela “suma” da mídia. O diagnóstico é que sua saída do Pânico na Band foi muito traumática e ela deve sumir do mapa.

Até mesmo para evitar que o próprio pessoal do Pânico faça troça de sua ex-integrante. Equipes do humorístico da Band imediatamente já a  perseguiam por São Paulo horas depois que ela anunciou sua mudança para a Record.

Ninguém sabe
A Record contratou Sabrina sem saber ao certo o que fazer com ela. A ideia inicial é que ela apresentasse um talk show diário, no formato do Agora é Tarde, de Danilo Gentile. O grande problema é que praticamente nenhuma celebridade fora da Record aceitaria dar entrevista para ela. Band e RedeTV! lhe fecharam as portas; estrelas da música popular em sua maioria estão fechadas ou mesmo são contratadas pela Globo.

Aliás
A Record não tem tanta gente assim para dar entrevista, ainda mais num programa diário. Sem falar que a emissora já tem outro talk show, o Roberto Justus +.

Quietinho
Sem estardalhaço, o dono da rede Jovem Pan de rádio, Antônio Augusto Amaral de Carvalho Filho, o Tutinha, vai se tornando um dos executivos mais poderosos também da TV aberta. O executivo já emplacou dois grandes faturamentos na TV, ambos nascidos em sua rádio: o Pânico na Band e, mais recentemente, o Morning Show, formato “furtado” e exibido pela RedeTV!

Aprenda com o mestre
Silvio Santos anda meio contrariado com a filha Patrícia. O dono do SBT acha que um dos motivos da baixa audiência dos últimos programas que Patrícia apresentou, como o Máquina da Fama, que sairá do ar em breve, é que ela se preocupa mais com sua vida de celebridade do que de apresentadora profissional. Para o pai e patrão, ela deveria se dedicar mais a carreira. Mas a filha nasceu para a balada, fazer o quê?

O horror
Chamou a atenção a péssima equalização transmitida pela Globo no Festival Promessas, evento de música gospel exibido na semana passada. Vocais muito altos, percussões “secas”, backing vocals muitas vezes inaudíveis. Incrível que uma emissora tão experiente em eventos ao vivo faça uma lambança dessas num show. As transmissões da shows na Rede Gospel dariam de 10 a 0 na Globo.

Telhado
Já começaram as pressões no SBT para que a emissora não renove o contrato de Raul Gil. Ciente que todo ano o SBT cria empecilhos para sua renovação, o apresentador, por sua vez, já estaria conversando com outras emissoras, como a Band.

De vidro
Pesa contra Raul a denúncia recente de que seu filho, Raul Gil Jr., estaria cobrando jabá de artistas interessados em participar do programa do pai. O SBT abriu uma sindicância interna para apurar a denúncia, aliás.

 

Fonte: atarde.uol.com.br

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios