Destaques

Rabanada sem desafinar a dieta

Há quem comece dezembro chorando. Não por conta das luzes de Natal que tomam conta da cidade. Nem por pensar no que fez durante todos os meses anteriores. Muito menos porque terá de enfrentar os shoppings lotados no dia 24, simplesmente porque deixou tudo para a última hora. Na verdade, muitos de nós choram em pensar na impossibilidade de resistir às delícias que vão ocupar a mesa na hora da ceia. Natal é família, e juntar parentes — sejam eles de sangue, sejam escolhidos pela vida — sem muita comida é desperdiçar a reunião.

Mas os “vilões” calóricos se multiplicam e toda a choradeira cessa quando nos deparamos com aquela fartura. Um dos pratos mais gostosos e que mais sofrem com esse estigma é a rabanada. A invenção luso-brasileira tem gordura e carboidrato de sobra em sua receita, além de muito açúcar. Derrete na boca e se solidifica na barriga. Mas, há como resistir? Eu prefiro pensar que não. Só que há como deixar a receita menos bombástica para suas dobrinhas. A blogueira Michelle Franzoni, do www.blogdamimis.com.br, perdeu 33kg apenas com reeducação alimentar e não quer saber deles voltando à sua silhueta.

Contudo, ela mesma garante que o seu maior segredo foi buscar sempre adaptações dos sabores que apreciava, de forma a torná-los mais saudáveis. Ela fez isso com a rabanada. “Meu marido também mudou a alimentação. Como ele sempre gostou de ovo, tratei de recriar a receita para torná-la menos calórica.” Assim, o pão dormido virou pão integral; o leite é desnatado; e vai para a chapa em vez da frigideira. “Há, claro, uma diferença no sabor, já que não é frito. Mas acho que essa mudança é muito pequena diante da melhora na qualidade de vida.” E, claro, da manutenção do número da calça jeans em janeiro.

Há sempre o receio de mexer com tradições, mas, como nossa época grita “cuide da sua saúde” a cada garfada que você dá num prato de comida, tentar diminuir os impactos nocivos dos alimentos é sempre válido. Ezer Nicola, proprietária da rede Monjolo, comenta que o molhadinho da sua rabanada nada tem a ver com excesso de óleo. Ao assar o prato, inclusive, ele pode se manter ideal para consumo por mais tempo.

 

 (Janine Moraes/CB/D.A.Press)

 

Ingredientes:
» 1 pão francês para rabanada
» 1/2 litro de leite
» 4 colheres de sopa de açúcar
» 4 ovos
» Açúcar e canela para polvilhar

Modo de preparo:
» Adoce o leite com as quatro colheres de sopa de açúcar. Fatie o pão e deixe umedecer até ficar bem mole. Bata as claras em neve (reserve as gemas). Adicione as gemas e as duas colheres de açúcar. Passe os pães umedecidos nos ovos batidos. Coloque para assar em um tabuleiro untado por 40 minutos ou até ficarem bem dourados. Passe as rabanadas assadas no açúcar com canela.

Tempo de preparo: 50 minutos
Rendimento: 20 rabanadas

 

Correio Braziliense

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios