Paraíba

Procon promete intensificar fiscalização aos postos de combustíveis

procon-jp-garante-intensificar-fiscalizacao-a-postos-de-combustiveis.jpg.280x200_q85_cropO aumento dos combustíveis anunciado pela Petrobras, a partir da próxima segunda-feira (1º), será acompanhado de perto pelas equipes de fiscalização da Secretaria Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-JP). A informação é do secretário Helton Renê, que garantiu intensificar as medidas que coíbem práticas de preços abusivos, assim como apurar as denúncias e adotar medidas punitivas aos revendedores, a exemplo de aplicação de multas.

“No final das contas, esperamos que prevaleça a prudência e a razoabilidade na hora de aplicar os possíveis aumentos nos preços dos combustíveis, principalmente da gasolina e do diesel”, afirma Helton Renê, lembrando que o aumento exagerado, além de resultar em problemas com o Procon, “espanta os consumidores que sentem a extorsão não preços”.

O novo preço do litro sugerido seria de R$ 2,98 (gasolina) e R$ 2,56 (diesel), no entanto, os postos da capital já sinalizam que os produtos deverão custar acima de R$ 3. O aumento foi autorizado pelo secretário-executivo do Conselho Nacional de Política Fazendária (CONFAZ), órgão do Ministério da Fazenda, em 9 estados, entre eles a Paraíba, e no Distrito Federal.

“É bem verdade que a cidade de João Pessoa ostenta um dos menores valores de combustíveis praticados no estado da Paraíba e no Nordeste. Fato que não acontecia no passado, quando os consumidores reclamavam que o preço do produto no interior do estado era mais barato do que na capital”, lembrou o gestor do Procon-JP, destacando que hoje a situação é inversa devido ao trabalho do órgão de fiscalização que tem atuado com rigor, através do diálogo franco e da fiscalização efetiva.

Aumento sugerido

O preço do litro sugerido seria de R$ 2,98 (gasolina) e R$ 2,56 (diesel), no entanto, os postos da capital já sinalizam que os produtos deverão custar acima de R$ 3. O aumento foi autorizado pelo secretário-executivo do Conselho Nacional de Política Fazendária (CONFAZ), órgão do Ministério da Fazenda, em 9 estados, entre eles a Paraíba, e no Distrito Federal.

Com o objetivo de auxiliar os consumidores na busca pelos menores preços dos combustíveis, o Procon-JP divulgou, hoje (29), uma pesquisa envolvendo 117 estabelecimentos da Capital. Nesse levantamento, o órgão identificou que, em relação a última pesquisa (em novembro), 57 postos diminuíram o preço da gasolina. De acordo com Renê, o menor preço do litro da gasolina comum, por exemplo, foi identificado à R$ 2,79 (Posto Opção – BR-101) e maior de R$ 3,04 (Postos Pichilau – Cristo), uma diferença de 25 centavos. Para conferir a pesquisa completa ou obter mais informações acesse o site da prefeitura de João Pessoa: http://www.joaopessoa.pb.gov.br/.

O Procon-JP atende diariamente na sede do órgão, na Av. Pedro I, 331 – Centro, das 8h00 às 17h30, e pelos telefones (83) 3214-3042 e 0800 83 2015.

 

Com Click PB

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios