Paraíba

Presidente da OAB vê ‘manobra política’ em pedido de impeachment e não acredita na saída de Dilma

Dilma-310x245O futuro presidente da OAB seccional Paraíba, Paulo Maia, se posicionou contrário ao pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT). Na manhã de hoje, Maia destacou que não há argumento jurídico que sustente a saída da presidente e observou “manobra” de Eduardo Cunha.

“Eu vejo isso como uma manobra política também, porque ele está vendo que o processo de cassação dele na Câmara já está em andamento. Ele pode adiar, mas o processo será desencadeado e isso parece mais uma manobra retaliativa do que um ato que atenda aos anseios da população”, disse Paulo Maia.

O presidente da OAB-PB disse que o pedido de impeachment pode ser uma tentativa do presidente da Câmara para adiar as investigações contra si. “Pode funcionar também como uma manobra de pressão para que ele não seja cassado. Nós não vemos atualmente um quadro que possa levar ao impeachment da presidente Dilma seja do ponto de vista jurídico ou político”, finalizou.

Blog do Gordinho

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios