Destaques

Prefeituras paraibanas não garantem pagar novo piso salarial dos professores

Apesar do anúncio ontem por parte do ministro da Educação, Camilo Santana, sobre o reajuste de 15% no piso salarial dos professores, na Paraíba prefeitos não garantem a implementação do reajuste.

O presidente da Federação das Associações dos Municípios Paraibanos, George Coelho, disse que como existe uma progressão, o custeio do pagamento dos professores será ainda maior com o reajuste do piso.

Coelho também argumentou que que o reajuste que o aumentou o piso de R$ 3.845,63 para R$ 4.420,55 ficará acima da valorização dos recursos destinados pelo Fundeb para custeio da educação nos municípios.

Para resolver a situação, presidente defende esforços dos gestores para que os professores recebam o reajuste estabelecido.

“Nós temos que pagar o piso. Os municípios terão que fazer gestão. Fazer com que os índices da educação melhorem para que aumente os valores para fazer cumprir a determinação. A gente quer que os professores ganhem bem, mas tem que ter os recursos”, afirmou.

Na contramão, o prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena (PP), e o governador João Azevêdo (PSB), anunciaram o aumento para o magistério.

Roberto Targino –  MaisPB

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios