Paraíba

PR pode fazer aliança com PSDB ou PMDB; determinante pode ser a vaga do senado para Welington Roberto, afirma filho do deputado

20131226150816O destino do PR na chapa majoritária já está definido, só não se sabe para onde ele vai seguir se ao lado do PSDB do senador Cássio Cunha Lima ou para o PMDB de Veneziano Vital do Rego. O determinante nesta escolha será a vaga para a disputa pelo Senado Federal do deputado federal Wellington Roberto (PR).

As informações são do seu filho, o deputado estadual Caio Roberto (PR). Para o parlamentar não há problema em conversar com estes dois partidos, subir em seus palanques, mas a moeda de troca é o cumprimento da estratégia da legenda de emplacar um nome na majoritária, de preferência o de senador.

Uma outra condição, na qual o PMDB sai na frente é o rompimento com o governador Ricardo Coutinho (PSB), fato que pode prejudicar a ida do PR para a aliança com o PSDB.

“Ocuparíamos a vaga na senatória na chapa majoritária, seja para mim ou para mei pai, o deputado federal Wellington Roberto (PR). O presidente estadual do PR, na visão de Caio tem musculatura política, trabalho estadualizado, é um representante da Paraíba e como já foi senador pode voltar com toda tranquilidade. Nesta conjuntura, Caio disse que iria sair candidato a deputado federal e Wellington Roberto , senador”, explicou.

Um ponto também destacável é o sonho do deputado disputar uma vaga na Câmara Federal em 2014, ocupando a vaga de pai. O parlamentar está em seu primeiro mandato e já sonha alto.

De acordo com Caio Roberto, a disputa a uma vaga na Câmara Federal só será possível caso seu pai, o deputado federal Wellington Roberto (PR), seja efetivado como candidato ao Senado da República.

A decisão de Caio segue os passos exitosos do hoje ministro Aguinaldo Ribeiro (PP) e também do deputado federal Ruy Carneiro (PSDB). Ambos foram deputados estaduais e conseguiram emplacar um mandato na Câmara Federal sem muitas dificuldades.

“Estamos na expectativa da indicação do deputado federal Wellington Roberto para o Senado Federal e logicamente o espólio eleitoral do deputado no que diz respeito à disputa por uma vaga na Câmara ficará órfão, então, é natural que nós herdemos e assumíssemos essa condição de candidato a deputado federal, até mesmo para que nossos prefeitos e nossas bases não fiquem órfãos de um deputado federal em Brasília”, salientou.

Caso a articulação seja feita, Caio Roberto abriria mão da vaga de deputado estadual e iniciaria uma rodada de negociações com lideranças aliadas para firmar uma dobradinha em 2014 com um nome que representasse as bases eleitorais atendidas em todo o Estado pelo Partido Republicano.

Indagado se essa ‘dobradinha’ poderia ser feita com seu irmão, o ex-secretário de Agricultura da Paraíba, Bruno Roberto (PR), Caio descartou a ideia. “Acredito que o projeto de Bruno seja mais focado na cidade de Campina Grande e lamentamos que ele tenha perdido com a não eleição de Tatiana Medeiros em 2012, mas acredito que meu irmão tem um futuro promissor na Rainha da Borborema que ele tanto ama”, ressaltou.

PB Agora

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios