Destaques

Pontos luminosos desconhecidos teriam sido vistos no céu da PB; astrônomo explica

162762,362,80,0,0,362,271,0,0,0,0Um conjunto de pontos luminosos desconhecidos da população teria sido visto no céu do Sertão da Paraíba no começo da noite dessa sexta-feira (25). O assunto ganhou repercussão nas redes sociais e assustou algumas pessoas, mas o astrônomo da Associação Paraibana de Astronomia (APA) explicou que não se trata de um Objeto Voador Não Identificado (Ovni). Veja o vídeo abaixo e o esclarecimento do caso.

Internautas fizeram vários comentários e descreveram que seriam pontos luminosos, se movendo rapidamente, e seguindo supostamente da Paraíba para o Rio Grande do Norte. No vídeo abaixo, postado no canal Diário do Sertão, as pessoas que registraram a cena explicaram o que viram.

– Aquele outro tá parado, o outro tá se mexendo.
– É um balão.
– É um balão não. Tá se mexendo.
– É um disco voador…

Pelas redes sociais, uma pessoa disse que viu três pontos luminosos no céu quando voltava da faculdade com o irmão. Outras disseram que seria apenas uma brincadeira, que o evento teria ocorrido em mais locais do Brasil ou que poderia se tratar da Estação Espacial Internacional ou ISS (International Space Station – ISS na sigla em inglês).

Internautas comentaram a ocorrênciaCaso ganhou destaque entre internautas

Foto: Caso ganhou destaque entre internautas; um deles falou da ISS
Créditos: Reprodução/Diário do Sertão/São Vicente Agora

De acordo com o astrônomo Marcelo Zurita, da Associação Paraibana de Astronomia (APA), os pontos luminosos podem ter sido registros da movimentação da ISS porque a passagem dela pelo céu da Paraíba já estava prevista para ocorrer entre 18h11 e 18h19 dessa sexta (25), faixa horária relatada pela maioria dos internautas.

“Provavelmente se trata da Estação Espacial Internacional ou ISS (International Space Station). Sua passagem por aqui estava prevista para ontem (25) entre 18h11 e 18h19. Inclusive, já havia divulgado essa passagem através dafanpage da APA no Facebook“, disse ele.

Zurita explicou ainda que nas condições em que ela foi vista é comum que seja confundida com um Ovni. “Nas condições em que ela passou ontem [sexta], é comum que seja confundida com Ovnis, porque aparece muito brilhante no céu e com um movimento bem diferente das aeronaves terrestres”, disse o astrônomo, que enviou aoPortal Correio uma arte com a simulação do trajeto que a ISS teria feito pelo céu do Sertão da Paraíba.

“Simulei em um software especializado a o trajeto que ela faria no céu para Cajazeiras. Ela seguiu de sudoeste em direção a nordeste passando um pouco abaixo do zênite (ponto mais alto no céu, exatamente acima do observador)”;veja a imagem abaixo.

Zurita diz que luzes seriam da ISS

Foto:A linha branca é o trajeto por onde passou a ISS
Créditos:Stellarium

O que é a ISS?

Zurita explicou que a ISS é uma estação espacial que viaja a mais de 27 mil Km/h e orbita a Terra mais de 15 vezes por dia. “Foi construída em uma cooperação inédita entre 15 países, incluindo europeus, japoneses, americanos e russos”, contou.

Conforme o astrônomo, a construção da ISS começou em 1998 e só foi completamente concluída em 2011. “Ela funciona basicamente como um grande laboratório espacial. Apesar de orbitar a Terra com órbita baixa (em média 340 Km de altitude), ela está exposta a condições semelhantes às das naves em viagens espaciais. Isso permite simular, na ISS, as condições de sobrevivência, e comportamento de tecidos e materiais na ausência de gravidade”.

Marcelo Zurita relembrou ainda quando um brasileiro esteve entre os tripulantes da nave. “Há 10 anos, o astronauta Marcos Pontes foi o primeiro (e único) brasileiro na Estação Espacial Internacional. Sua estadia na ISS foi planejada pelo governo brasileiro como uma das ações comemorativas dos 100 anos do primeiro voo experimental do 14 BIS de Santos Dumont em Paris, na França”.

 

Com  Portal  Correio

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios