policial

Policial militar suspeito de agredir manifestante em Campina Grande é afastado das ruas

O policial flagrado dando uma tapa na cara de um manifestante em Campina Grande na manhã desta sexta-feira (14) foi afastado das ruas. A decisão foi tomada pelo governador João Azevêdo e confirmada ao G1 pelo secretário de Comunicação, Luis Tôrres.

 O caso aconteceu em frente a uma empresa de call center, no bairro do Cruzeiro. Manifestantes impediam a entrada de funcionários e a PM foi acionada. Quando os policiais chegaram houve uma discussão e um PM deu uma tapa na cara de um estudante ligado à União Nacional dos Estudantes (UNE).
 Segundo o secretário Luis Tôrres, o policial está afastado temporariamente e vai ser investigado. “A Corregedoria abriu processo disciplinar para, após conclusão, dar parecer sobre o caso e, consequentemente, sugerir medidas”, informou.

G1

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios