policial

Polícia desvenda crime de furto em Bananeiras; acusado foi baleado e disse que tinha sofrido um assalto

GTE-Cópia-300x161

Antônio Carlos Rocha Lacerda, de 20 anos, residente na Rua Targino Neves, em Bananeiras, deu entrada no Hospital Regional de Solânea na noite deste Domingo (03) com um ferimento a bala. No hospital, o paciente informou que teria sofrido um assalto na localidade do Taboleiro/Bananeiras e que, o assaltante, após roubar sua moto, teria lhe alvejado com um disparo de arma de fogo.

A polícia foi informada da ocorrência e passou a investigar o caso. O GTE (Grupo Tático Especial) da Polícia Civil 3ª DRPC/Guarabira-PB, entrou no caso nesta segunda (04 ) e após várias investidas, conseguiu desvendar o que de fato ocorreu.

As informações colhidas levaram a Polícia até José Miranda de Sousa, de 23 anos, residente no sítio Coco, irmão da vítima do disparo. Foi através deste, que o GTE passou para uma outra linha de investigação, que apontou Antônio Carlos, não como vítima de assalto, mas como acusado de uma tentativa de furto.

O FURTO

O senhor Eduardo Alves de Oliveira, proprietário de uma terra, no sítio Coco, de Bananeiras, vinha sendo vítima de constantes furtos em sua propriedade. Os criminosos agiam na calada da noite e furtavam sua plantação de bananas e de macaxeiras. Na noite do último domingo (03), o proprietário montou campana e flagrou os irmãos no momento em que tentavam furtar a plantação. O dono das plantações teria dado ordem de parada e em seguida, para conter os criminosos, efetuou um disparo, atingindo o Antônio Carlos que deixou para traz uma espingarda de fabricação caseira.

O irmão do dono das terras entregou a arma usada para alvejar o acusado do furto, uma espingarda de cartucho, calibre 38, e ainda entregou mais um revolver calibre 38, juntamente com a arma da dupla. Seu Eduardo Alves, autor do disparo, foragiu da polícia para livrar o flagrante.

A polícia ainda apreendeu, na casa de Antônio Carlos, a moto Honda Fan, de cor preta, placa GXB 1941-MG que, na versão do acusado de furto, teria sido roubada.

A vítima do disparo foi transferida para o Trauma de Campina Grande, onde deve ficar custodiado até sua recuperação.

Por Júnior Campos

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios