policial

Polícia da PB prende 4 pessoas e e apreende estatuto de facção de SP

estatutoOs policiais militares da 2ª Companhia do 14º Batalhão prenderam, entre a tarde dessa sexta-feira (16) e fim da manhã deste sábado (17), quatro pessoas suspeitas de atuar no tráfico de drogas na cidade de Pombal, no Sertão do Estado. Com eles foram apreendidas drogas, uma moto roubada, munições de calibre restrito, um caderno com anotações das vendas dos entorpecentes e um estatuto de uma facção criminosa da cidade de São Paulo.

A última prisão foi realizada no fim da manhã deste sábado (17). Bruno dos Santos, ‘o fanho’, de 24 anos, que seria o gerente de um ponto de venda de drogas que foi desarticulado nessa sexta-feira, na cidade de Pombal, onde foi encontrado com duas mulheres um estatuto de uma facção criminosa da cidade de São Paulo. Ele havia saído há um mês da cadeia pública de Pombal, onde estava preso por assalto e homicídio.

De acordo com o Comandante da 2ª CIA do 14º BPM, Capitão Ismael Cunha Lima, ele revelou que o estatuto foi trazido por uma mulher chamada ‘Pandora’, que entregou o conteúdo a ele na cadeia, quando ainda estava preso.

“Ele disse que essa mulher veio fazer visitas a presidiários paraibanos das cidades de Patos e Pombal para recrutá-los para a facção paulista, a mando de Marcola, líder da organização criminosa, que está preso na Penitenciária Presidente Venceslau, em São Paulo”, contou o Capitão.

Mãe e filha presas com drogas.

Mãe e filha presas com drogas em Pombal durante ação da PM

As primeiras prisões do grupo foram realizadas no fim da tarde dessa sexta-feira (16), quando os policiais desarticularam um ponto de venda de drogas no bairro Francisco Paulino (em Pombal) e prenderam Maria Ruth da Silva Dantas, de 51 anos, e a filha dela, Edina Raquel da Silva Dantas, de 33 anos.

noticia_foto (1)Na casa delas foram encontradas vinte e sete pedras de crack, uma pedra grande de 30 gramas, sete papelotes de maconha prensada, um tablete de 50 gramas da droga prensada, um caderno de anotações sobre a movimentação financeira da venda das drogas e o estatuto da facção criminosa paulista, escrito em três folhas (frente e verso) com vários artigos sobre a conduta que os adeptos da organização deveriam adotar.

Pouco tempo depois, os policiais prenderam Giliarde Fernandes da Silva, de 27 anos, que também estava com uma quantidade de maconha, uma moto roubada e cinco munições de calibre restrito. Ele foi abordado próximo ao local em que foram presas as duas mulheres.

Todos os acusados estão presos na Delegacia de Pombal, onde foram autuados por tráfico de drogas e serão ouvidos para prestar mais informações sobre a possível ligação com a facção criminosa paulista.

Bananeiras Online com Assessoria

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios