Paraíba

Polícia apreende 336 quilos de drogas no 1º semestre de 2013

dorgasAs polícias Civil e Militar da Paraíba divulgaram a quantidade de drogas apreendida no 1º semestre deste ano. Foram apreendidos 336,6 quilos de entorpecentes, 48% a mais do que no mesmo período de 2012, quando os órgãos de Segurança Pública retiraram de circulação 227,8 quilos de drogas.

De acordo com relatório do Núcleo de Análise Criminal e Estatística (Nace) da Secretaria de Estado da Segurança Pública e Defesa Social (Seds), nos seis primeiros meses de 2013 foram apreendidos 289 quilos de maconha contra 147,5 quilos de janeiro a junho do ano passado, o que representa um aumento de 96%; e 8,3 quilos de cocaína contra 3,9 quilos no primeiro semestre de 2012, percentual de 108% a mais. De crack, foram 39,3 quilos este ano e 76,3 quilos no mesmo período do ano anterior.

Para o secretário da pasta, Cláudio Lima, o aumento na apreensão de drogas ocorreu pela intensificação do combate ao crime, com uma repressão cada vez mais qualificada e com o uso da inteligência policial. “Temos recebido um investimento bem maior do que em gestões anteriores na Gerência de Inteligência e, com o processo de integração entre as polícias Civil e Militar, apreendemos muito mais entorpecentes”, frisou.

O secretário ainda destacou as ações desenvolvidas pela Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE) da Capital, “na qual delegado, agentes de investigação e escrivães têm realizado um excelente trabalho, que é superado a cada ano com mais apreensões e também prisões. É retirado do mercado o principal produto que financia a criminalidade, desequilibrando economicamente a rede de tráfico de drogas que atua na Paraíba no Estado”.

Já no início do mês de julho, a Polícia Civil, por meio da DRE, apreendeu a maior quantidade de cocaína em pó na Paraíba este ano. Foram 37 quilos de entorpecentes recolhidos em uma casa que servia de depósito no bairro de Mangabeira, sendo 11 quilos de cocaína em pó, 20 quilos de pasta base de cocaína e seis quilos de maconha prensada.

Na ação policial que aconteceu nos bairros de Mangabeira e Mandacaru foi preso Silvan Pereira de Sousa, de 40 anos, que articulava a venda para João Pessoa e outras cidades como Cabedelo, Santa Rita e Bayeux.

Disque Denúncia – Um dos instrumentos de grande importância para o trabalho policial é a colaboração da comunidade através do telefone 197, que pode auxiliar tanto na prevenção de crimes quanto na elucidação de investigações.

De acordo com Cláudio Lima, muitas informações têm chegado ao setor de inteligência e as delegacias especializadas usam esse material, que é checado e investigado, para fazer um trabalho importante. “As denúncias são mais elementos que dão força às ações policiais, em especial às investigações. São a contribuição da população para a redução da criminalidade, já que Segurança Pública é responsabilidade de todos. Contudo, é inegável que o principal trabalho é das polícias e dos serviços de inteligência”, afirmou.

Ascom

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios