Paraíba

PMDB está acéfalo há seis meses em JP e lideranças não aceitam reeleição Benjamim

201305030639500000001115O PMDB municipal está acéfalo há seis meses em João Pessoa e as lideranças do partido não aceitam a indicação do deputado federal Benjamim Maranhão (PMDB) para mais um mandato, que representaria o sétimo ano no cargo. A revelação foi feita a reportagem do Portal WSCOM, na noite desta sexta-feira (03), pelo deputado federal Manoel Júnior (PMDB).

De acordo com o deputado, desde novembro do ano passado que o mandado de Benjamim expirou e até o momento o ex-senador José Maranhão, presidente da Executiva estadual do partido, ainda não convocou uma nova eleição, nem nomeou uma comissão provisória para comandar a legenda na Capital.

“Isso já passou do prazo, seis meses o partido sem comando, sem até uma comissão provisória. Já pedi, os suplentes de vereadores e os próprios vereadores e nada foi feito”, revelou.

Manoel Júnior disse também que na próxima segunda-feira (06) haverá uma reunião da Executiva estadual, mas acredita que a questão não será discutida no encontro.

“Pelo menos da minha parte não irei mais levantar esta discussão, pois já fiz esta solicitação e até agora o ex-governador José Maranhão não formou sequer uma comissão provisória”, completou.

Apesar da declaração, de não querer mais levantar a discussão, o deputado disse que continua com a pretensão de comandar o diretório municipal de João Pessoa.

“O meu nome está à disposição do PMDB, já conversei com Maranhão, com o próprio Benjamin, mas não vou mais insistir neste tema”, afirmou.

Indagado se aceitaria a indicação de Benjamim para mais um mandato, Manoel Junior disse que este não foi o compromisso firmado na cúpula partidária.

“A manutenção de um nome só não é bom para o partido. Benjamim já foi presidente seis anos. Inclusive, se eu for escolhido presidente ficarei no cargo só por dois anos, pois precisamos oxigenar o partido, dinamizar, fazer o partido crescer, se multiplicar para as eleições de 2014 e acredito que permanência de um único nome no poder não é bom para o processo democrático”, sustentou.

Caso não seja escolhido presidente, Manoel Júnior disse que aceita a indicação do deputado Gervásio Maia Filho ou do vereador Fernando Milanez.

Cristiano Teixeira
WSCOM Online

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios