Destaques

Planos de saúde individuais ficam mais caros a partir de hoje

Percentual de 9,04% é superior ao Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo, que foi de 6,7%
Percentual de 9,04% é superior ao Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo, que foi de 6,7%

A partir de hoje até o mês de outubro, os 93.892 usuários de planos de saúde médico-hospitalares individuais na Paraíba pagarão mais caro pelo serviço. O reajuste de 9,04% será cobrado com o retroativo do mês de maio. Na prática, as mensalidades de agosto a outubro ficarão o dobro. Segundo a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), somente a partir de novembro os clientes destes seguro irão quitar suas mensalidades apenas com a cobrança do índice de reajuste de 2013.

O percentual de 9,04% é superior ao Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que foi de 6,7% nos últimos 12 meses. Segundo o Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), este é o maior aumento aplicado nos últimos oito anos. O índice superior ao deste ano foi registrado em 2005 (11,69%).

O reajuste dos planos de saúde médico-hospitalares individuais deveria ter ocorrido desde o mês de maio, e como ele só foi anunciado pela ANS no dia 22 de julho, os 8,4 milhões de brasileiros clientes deste serviço vão pagar mais caro durante três meses.

Dados da própria ANS mostram uma simulação de como ficará distribuído este índice até outubro, considerando um plano no valor de R$ 100. De agosto a outubro, este cliente pagará R$ 118,08. Somente a partir de novembro, o usuário começará a pagar os R$ 109,04, referente ao aumento definido este ano.

O índice de reajuste é válido para os planos de saúde médico-hospitalares individuais/familiares contratados a partir de janeiro de 1999 ou adaptados à lei nº 9.656/98. O percentual, segundo a ANS, foi aprovado pelo Ministério da Fazenda e trata-se do teto válido para o período entre maio/2013 e abril/2014 que representa 17,6% de usuários de planos médicos.

 

Jornal da Paraiba

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios