Educação

Peemedebistas pressionam Temer a deixar Dilma

0061-310x245Presidentes de diretórios estaduais do PMDB preparam uma carta aberta ao vice Michel Temer pedindo que ele abandone imediatamente a articulação política do governo Dilma Rousseff –decisão que ele já tomou, mas que ainda não tem data para ocorrer. O grupo também deve engrossar o coro dos setores que pedem a antecipação do congresso do partido, previsto para novembro, que vai deliberar sobre a permanência ou não do PMDB na base aliada da presidente.

O ministro Eliseu Padilha (Aviação Civil), que vinha auxiliando Temer na montagem dos escalões inferiores do governo, já tem tratado com auxiliares de Dilma no Planalto da passagem de suas atribuições.

Bombeiros do PT passaram o fim de semana procurando o vice para dissuadi-lo de deixar a articulação política do governo. Emissários do ex-presidente Lula também fizeram contato com auxiliares de Temer.

O núcleo palaciano vai tentar manter a dupla para evitar mais problemas de governabilidade.

O senador José Maranhão, presidente estadual do PMDB na Paraíba, disse, nesta segunda-feira (24), desconhecer as articulações, mas afirmou que é favorável a saída de Temer, já que suas colocações nunca são ouvidas.

 Folha de São Paulo

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios