Paraíba

PB terá 11 contratados do Mais Médicos

20130812082801Ministério da Saúde  divulgou a lista convocando 11 médicos para atuarem na Paraíba, no Programa Mais Médicos. Dessa seleção, cinco são profissionais estrangeiros formados em instituições de ensino superior fora do Brasil, e seis são médicos formados no Brasil ou com o diploma revalidado no País. Ao todo, 715 profissionais estrangeiros indicaram os municípios para participarem do primeiro mês de seleção do Programa Mais Médicos no Brasil. Os médicos, brasileiros e estrangeiros, têm até hoje para confirmar sua participação no programa. Amanhã o Ministério da Saúde divulgará a lista final de participantes do primeiro mês de seleção do Mais Médicos. A próxima chamada de médicos e municípios começa no dia 15 de agosto. Os profissionais selecionados pelo Programa começam a trabalhar no início de setembro. Na Paraíba, os 11 médicos selecionados irão atuar em oito municípios: Cuité, Cacimba de Dentro, Solânea, João Pessoa (três), Água Branca, São José das Piranhas (dois), Areia e Baía da Traição. O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, destacou a importância do Programa. “Em um mês de seleção, conseguimos mobilizar um grande número de profissionais, brasileiros e estrangeiros, que demonstraram interesse em atuar nas regiões mais carentes do Brasil. Muitos dos moradores dessas regiões passarão a ser atendidos por um médico, e sabemos a grande diferença que faz um profissional perto da população. Esse é apenas o início do programa, o processo continua aberto e usaremos de todas as estratégias para suprir as mais de 15 mil vagas apontadas pelos municípios”, disse. Dos 715 médicos com diplomas do exterior que chegaram até a etapa de selecionar municípios, 194 são brasileiros formados fora do país. A região Sul deverá receber o maior número de profissionais estrangeiros (204), seguida de Sudeste (162), Nordeste (153), Norte (137) e Centro-Oeste (59). Já confirmados Neste primeiro mês de seleção, 938 profissionais brasileiros já confirmaram a sua participação no Programa Mais Médicos. A maioria deles (51,8%) atuará nas periferias de capitais e regiões metropolitanas e os 48,1% restantes em municípios do interior de alta vulnerabilidade social, totalizando 404 cidades atendidas na primeira chamada de profissionais com diplomas válidos no Brasil. A partir de amanhã, a Coordenação do Programa informará aos municípios os dados dos médicos para o planejamento da recepção, moradia, alimentação e deslocamento interno desses profissionais.

 

Correio da Paraíba

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios