policial

Pastor é suspeito de manter filha de 15 anos em cárcere privado por 6 meses na Grande JP

casos-de-policia-300x225Um pastor evangélico foi preso na tarde desta quarta-feira (3), no bairro Brasília, na cidade de Bayeux, região metropolitana da Capital, suspeito de estar mantendo a filha, de 15 anos de idade, em cárcere privado durante seis meses.

Polícias Militares, o Ministério Público e o Conselho Tutelar ficaram sabendo do caso através de denúncias feitas pela diretora da escola onde a garota estudava, afirmando que a menor já não frequentava a escola a mais de seis meses, sem nenhuma justificativa por parte dos pais.

Segundo o promotor do Ministério Público, Marinho Mendes, ao chegar ao local, eles constataram a veracidade da denúncia e foram surpreendidos pelas declarações da menor de idade. “A garota informou que o pai é muito ciumento, que a espancava e que ela só saia de casa se fosse acompanhada por ele”, afirmou.

Separado da esposa, mãe da garota e de um menino que também vivia com o suspeito, o pastor não permitia que a mãe dos jovens realizasse visitas.

O pastor teria visto a chegada das autoridades através de um janela, e orientado a filha que mentisse.”O pai nos avistou pela janela e disse a filha que não revelasse a verdade. Ela teria que dizer que tinha abandonado a escola por vontade própria”, disse Marinho Mendes.

O pastor foi autuado em flagrante e levado para a 6ª Delegacia Distrital de Santa Rita. Ele poderá responder pelo crime de cárcere privado. A garota foi encaminha para a casa da avó e entregue à mãe.

 

portalcorreio

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios