Destaques

Pâmela é conduzida à delegacia em JP; advogada admite desobediência

P--mela-310x245A ex-primeira dama do estado, a jornalista Pâmela Bório, foi conduzida de forma coercitiva pela Polícia Civil, na tarde desta segunda-feira (08), para prestar depoimento na Central de Polícia, localizada no bairro do Varadouro, em João Pessoa (PB), sobre o caso envolvendo a babá do seu filho com o governador Ricardo Coutinho (PSB).

A babá acusa Pâmela de suposta tentativa de homicídio. Já a jornalista registrou queixa contra a funcionária por agressão.

Em contato com a reportagem do Portal MaisPB, a advogada Giordana Meira de Brito (OAB n° 10975), que defende os interesses de Pâmela, confirmou o episódio.

Giordana disse que a semana passada aconselhou a cliente a comparecer à audiência e esclarecer o caso a autoridade policial, mas a jornalista disse que não iria.

“Expliquei que ela não poderia se negar a prestar o depoimento, pois se configurava em crime de desobediência. Como ela se recusou a ir, o delegado tem poder para convocá-la de forma coercitiva, como aconteceu hoje”, frisou.

Giordana acrescentou que Pâmela está sendo acompanhada pelo advogado Marcos Camelo. A ex-primeira dama foi ouvida na Central de Polícia pelo delegado Reinaldo Nóbrega de Almeida Júnior.

MaisPB

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios