Destaques

Pacientes denunciam infestação de baratas em maternidade de JP

Pacientes e acompanhantes de pacientes da Maternidade Frei Damião, em João Pessoa, gravaram um vídeo denunciando a presença de baratas e choque elétrico em uma das camas de um dos quartos da unidade.

Conforme as pessoas que gravaram o vídeo, uma das baratas saiu de dentro da estrutura do berço e foi para cima do colchão onde uma criança estava. Também no vídeo, outras baratas podem ser vistas nas paredes. Além disso, a poeira e o mofo presentes no quarto também foram alvo de críticas.

“A Maternidade Frei Damião sendo invadida pelas baratas. Saiu da rodinha do berço a barata. Na janela os grudes estão tomando conta, em tempo das crianças saírem daqui já com pneumonia e asma e as enfermeiras dizendo que é por causa dos ventiladores”, diz uma mulher que gravou o vídeo.

   Procurada pelo Portal Correio, a assessoria de comunicação da Maternidade afirmou que a situação relatada como choque elétrico em uma das camas não procede. Com relação às baratas, a unidade alegou que possui uma “rotina regular na dedetização, com cronograma preestabelecido”.

“A unidade de saúde tem rotina regular na dedetização, com cronograma preestabelecido. A unidade se compromete diariamente em adotar todas as medidas cabíveis para resguardar o melhor cuidado e conforto para os seus usuários”, informou a assessoria.

O que diz o CRM

Também procurado pelo Portal Correio, o Conselho Regional de Medicina da Paraíba (CRM-PB) afirmou que vai analisar o vídeo, mas contou que a unidade já foi alvo de fiscalização em 2018, onde foram constatados riscos de incêndio e explosão.

“Aquela maternidade é muito complicada, inclusive já estivemos lá ano passado e constatamos risco de incêndio e até mesmo de explosão. O que ficamos sabendo é que ocorrerá uma reforma para sanar esses problemas e que a maternidade seria desativada para a realização dessa obra”, afirmou o diretor de Fiscalização do CRM-PB, João Alberto Pessoa.

Questionada sobre o possível fechamento da unidade para reforma, a assessoria confirmou que a maternidade passará por reformas, mas que continuará com atendimento normal.

“Realmente a Maternidade Frei Damião passará por uma grande reforma para ofertar um melhor conforto para os usuários, no entanto, a unidade de saúde afirma que o atendimento não será interrompido”, concluiu a assessoria.

Local teve incêndio em 2017

No dia 28 de setembro de 2017 a maternidade sofreu um incêndio quando uma sala do almoxarifado pegou fogo, assustando funcionários e pacientes que precisaram evacuar o prédio.

Trauminha também apresentou problemas

No dia 12 de fevereiro, dois blocos cirúrgicos do Complexo Hospitalar de Mangabeira Tarcísio Buritiy – Ortotrauma, conhecido como Trauminha, foram interditados após uma inspeção do CRM-PB, que detectou buracos no teto, infiltrações, ferrugem e mofo, causando riscos aos pacientes.

O problema foi solucionado e o hospital voltou a atender normalmente no dia 2 deste mês.

 

Portal Correio

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios