Destaques

Operadoras tentam salvar serviço SMS

operadoras-tentam-salvar-servico-sms.jpg.280x200_q85_cropO aumento do uso de aplicativos de mensagem instantânea ameaça o serviço de SMS das operadoras brasileiras, que em resposta lançam pacotes de mensagens ilimitadas para clientes e focam no segmento corporativo, em uma tentativa de retardar a queda de receitas com o produto.

Estudo divulgado no início de janeiro pela empresa de pesquisa Strategy Analytics mostrou que a receita com SMS das operadoras globais caiu pela primeira vez no ano passado, atingindo US$ 104 bilhões, baixa de 4% na comparação com 2012. A consultoria atribui a queda à popularização dos serviços de mensagem instantânea como WhatsApp, Line Messenger e We Chat no mundo, o que poderá levar a uma queda de 20% nas receitas com SMS até 2017. No Brasil, a baixa ainda não é gritante, mas as operadoras já registram uma desaceleração dessas receitas.

“Existe uma migração para os dados. Os usuários praticamente não utilizam mais SMS”, disse Marceli Passoni, analista da consultoria Informa Telecoms & Media. Mas na opinião de Alexandre Fernandes, diretor de serviços de valor agregado daTelefônica Vivo, o SMS resistirá aos novos aplicativos por enquanto. “Não necessariamente o WhatsApp vai roubar o SMS. Isso não muda de um dia para o outro. Essas ferramentas podem conviver”, declarou. Porém, o executivo admite que dificilmente as receitas com mensagens de texto voltarão a subir 20 a 30% como já ocorreu em anos anteriores.

As operadoras também têm estudado adotar aplicativos semelhantes ao WhatsApp, na tentativa de forçar uma migração. Um exemplo é o Joyn, lançado pela Claro em agosto do ano passado. A Vivo também está estudando apoiar o aplicativo. Mas a operadora também considera outras alternativas, como o To Go, que transforma a linha de celular em uma espécie de conta de e-mail.

Levantamento divulgado em novembro pela empresa de pesquisa On Device Research afirma que o WhatsApp lidera a preferência de usuários brasileiros, com 72%, seguido pelo Facebook Messenger, com 49%, e pelo Skype, com 30%.

 

Clickpb

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios