Municípios

Obras paradas nas estradas de Bananeiras e Solânea obrigam governo a cancelar contrato

estrada_placa2-300x169O Governo do Estado, por meio do Departamento de Estradas de Rodagem da Paraíba (DER), anunciou as rescisões unilaterais de quatro contratos firmados com a PSO Engenharia de Infraestrutura Ltda, em face da não execução das obras de restauração da PB-325 – trecho BR-230/Catolé do Rocha; rejuvenescimento da PB-111/105 – Tacima/Araruna/Cacimba de Dentro/Solânea/Bananeiras; melhoramentos e pavimentação da rodovia Anel do Cariri, referente ao Lote II do Anel do Cariri – Camalaú/Congo/Caraúbas/São Domingos do Cariri e Congo/Divisa da Paraíba com Pernambuco, com extensão de 67 km; além da reurbanização, adequação e requalificação da Avenida Cruz das Armas e acessos, em João Pessoa.

O Focando a Notícia denunciou por várias vezes a situação precária de alguns desses trechos. Em abril deste ano, por exemplo, reportagem publicada pelo site revelou as péssimas condições da estrada que liga os municípios de Cacimba de Dentro a Araruna.  Na ocasião, o FN mostrou que os moradores das imediações resolveram aproveitar o estado de abandono para faturar e estavam tapando os buracos das estradas. E, além de ganhar um trocado, eles também amenizavam o estado de calamidade encontrado no local. Também foi colocada uma placa no trecho indicando que o cidadão estava trabalhando mais que o governador Ricardo Coutinho (PSB).

O Focando a Notícia também fez uma enquete enfocando o tema e, dos 141 internautas que votaram, 51 (36%) revelaram que as estradas pelas quais eles costumam trafegar estão em péssimas condições. Outros 39 (28%) informaram que a situação é ruim. Disseram que as estradas se encontram em condição regular, 27 internautas (19%). Dezesseis (11%) revelaram que as estradas pelas quais eles passam se encontram em bom estado e apenas oito (6%) que as rodovias são ótimas.

A decisão de rescindir  os contratos foi anunciada pela diretoria do DER, por meio do seu procurador jurídico Manoel Gomes da Silva, que explicou os motivos das rescisões. Segundo ele, devem-se ao fato da empresa contratada, a PSO, descumprir em várias oportunidades o cronograma físico de execução das obras, causando atrasos no cumprimento das metas estabelecidas, apesar do Governo do Estado estar rigorosamente em dia com os pagamentos dos serviços, o que motivou a aplicação das penalidades de acordo com a lei 8.666/93.

A partir de agora, o DER estará providenciando os elementos para a realização de novas licitações públicas dentro do menor prazo possível, visando amenizar os transtornos causados com a não execução das obras dentro do cronograma. As novas licitações serão realizadas logo após a publicação dos editais, que deverá ocorrer nos próximos dias, esperando a participação de empresas que realmente sejam capazes de cumprir os contratos, conforme determinação expressa do governador Ricardo Coutinho.

Com Secom-PB  Solânea Online com Focando a Notícia 

Artigos relacionados

1 pensou em “Obras paradas nas estradas de Bananeiras e Solânea obrigam governo a cancelar contrato”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios