Principal

OAB/PB lamenta desempenho de alunos no exame

20130813081330OAB/PB lamenta mau desempenho de alunos no exame da Ordem e condena excesso de cursos de Direito no país

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil na Paraíba, Odom Bezerra afirmou nesta terça-feira (13) que um dos grandes problemas para o baixo desempenho dos alunos do curso de Direito no exame da Ordem na Paraíba e no Brasil é o numero exorbitante de cursos da graduação em Direito em todo o país.

O dom disse ainda que no caso especifico da Paraíba, a Ordem se reuniu com um representante do Conselho Federal para discutir a qualidade do ensino jurídico no estado:

“Esse é o primeiro ponto. Nós inclusive estivemos discutindo isso na Ordem dos Advogados. sexta-feira retrasada nós tivemos a presença de um conselheiro federal discutindo a qualidade do ensino jurídico de nosso estado. Dessa reunião, nós vamos retirar todas as informações prestadas e iremos levar ao Conselho Federal que por sua vez conversará com o Ministério da Educação. Então nós precisamos trabalhar cada vez mais por uma melhor qualificação das instituições. Nós não podemos ter unicamente empresas de ensino que se preocupe somente com o mercantilismo. Ela tem que se preocupar com a qualidade de ensino”, disse.

O presidente da OAB disse ainda que não cabe a Ordem dos Advogados a fiscalização com relação a qualidade dos cursos de Direito no Brasil pois é o Ministério da Educação que deve fazer essa fiscalização, e afirmou também que os alunos não deveriam questionar o nível da prova, e sim estudarem mais:

“Não cabe a Ordem dos Advogados do Brasil fazer a fiscalização pois nós já instituímos o exame de ordem. O problema não é só na Paraíba, mas no Brasil todo. O índice de aprovação é muito baixo, e não adianta dizer que a prova é difícil, que a prova é igual a concurso pra juiz, porque aonde está a diferença entre advogado e juiz na questão do saber? Nós somos iguais. Então temos que ter provas iguais também. A prova não é difícil,o que temos que fazer é melhorar a qualidade e os alunos estudarem também”, finalizou.

Anderson Cardoso

PB Agora

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios