Principal

Novas 835 câmeras de segurança vão custar R$ 26 milhões ao Distrito Federal

As imagens em alta resolução permitem identificar detalhes como placas de carros
As imagens em alta resolução permitem identificar detalhes como placas de carros

Distrito Federal ganhará 835 câmeras de segurança até o final do ano, após a Redecom ganhar processo licitatório – o resultado foi divulgado nesta sexta-feira (9/8). O custo da operação será de R$ 26 milhões.

Os primeiros equipamentos serão instalados em Brasília, Guará, Cruzeiro, Lago Sul, Sudoeste/ Octogonal, Park Way, Estrutural, SIA, Taguatinga, Brazlândia, Ceilândia, Samambaia, Águas Claras e Vicente Pires.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública do DF (SSP/DF), as novas câmeras estarão conectadas em rede acessível também via telefone celular de profissionais da segurança pública. A tecnologia agiliza a identificação de suspeitos durante operações policiais.

As imagens são produzidas em alta definição para permitir a identificação de placas de veículos e pessoas. Batalhões da Polícia Militar farão o monitoramento das imagens, e haverá um comando central na sede da Secretaria de Segurança Pública.

Outro recurso tecnológico é a emissão de um som quando as câmeras identificam ocorrência atípica – como um carro na contramão, por exemplo. Alguns equipamentos terão sensores de temperatura. Ficarão instalados próximas a parques nacionais, para ajudar na prevenção de incêndios.

Uma nova licitação, ainda sem data marcada, vai permitir a aquisição de 765 novas câmeras, para todas as demais regiões do DF.

Outras 15 empresas participaram dessa licitação. Venceu a que ofereceu o menor preço, segundo o governo.

 

Correio Braziliense

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios