Principal

Nova audiência da ‘Cartola’ ouve mais testemunhas dia 10 de julho

Oito testemunhas que não compareceram, nessa quinta-feira (16), à audiência da Operação Cartola serão ouvidas no dia 10 de julho. O processo possui 16 réus, todos presentes ao ato. A operação investiga um suposto esquema responsável pela manipulação de resultados de jogos do Campeonato Paraibano de Futebol.

A denúncia do Ministério Publico, que ensejou a Ação Penal, teve como base as investigações da Polícia, que apuraram crimes cometidos por uma suposta organização criminosa, que teria manipulado resultados de jogos do Campeonato Paraibano. Fazem parte desse grupo membros da Federação Paraibana de Futebol (FPF), Comissão Estadual de Arbitragem da Paraíba (CEAF), Tribunal de Justiça Desportiva da Paraíba (TJD/PB) e dirigentes de clubes de futebol profissional da Paraíba.

Um dos réus, Lionaldo dos Santos Silva, advogando em causa própria, pediu o afastamento das medidas cautelares, alegando que vive da advocacia e estaria impossibilitado de exercer sua função em razão deste processo.

Entre os envolvidos no suposto esquema fraudulento estão o ex-presidente da Federação Paraibana de Futebol (FPF), Amadeu Rodrigues, que compareceu à audiência. Os demais réus são: Lionaldo dos Santos Silva, Marinaldo Roberto de Barros, José Renato Albuquerque Soares, Severino José de Lemos, Genildo Januário da Silva, Adeilson Carmo Sales de Souza, Antônio Carlos da Rocha, Éder Caxias, Francisco Santiago, João Bosco Sátiro, José Maria de Lucena Neto, Tarcísio José de Sousa, Josiel Ferreira da Silva e José Araújo da Penha.

 

Portal Correio

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios