Destaques

Nobel de Física vai para François Englert e para britânico Peter Higgs

Peter Higgs conversa com o François Englert antes de uma entrevista coletiva na busca pelo bóson de Higgs na Organização Europeia para a Pesquisa Nuclear (CERN), em Meyrin, perto de Genebra, em julho de 2012
Peter Higgs conversa com o François Englert antes de uma entrevista coletiva na busca pelo bóson de Higgs na Organização Europeia para a Pesquisa Nuclear (CERN), em Meyrin, perto de Genebra, em julho de 2012

Os cientistas François Englert, belga, de 81 anos, e Peter W. Higgs, britânico, de 84, são os vencedores do Prêmio Nobel de Física 2013. A Real Academia Sueca de Ciências divulgou nesta terça-feira (8/10) os nomes dos premiados. Eles foram escolhidos pelo desenvolvimento de pesquisas sobre a teoria que explica como as partículas adquirem massa.

A teoria premiada é parte central do Modelo Padrão da Física de Partículas, que descreve como o mundo é construído. De acordo com o Modelo Padrão, tudo, desde flores, pessoas e até estrelas e planetas, é composto pelo que podem ser considerados blocos de construção: partículas de matéria. As partículas são comandadas por forças mediadas por partículas de força, que se certificam de que tudo funciona como deveria.

Em 1964, Englert e Higgs propuseram a teoria de forma independente. Em 2012, as pesquisas dos cientistas foram confirmadas a partir da descoberta de uma chamada partícula identificada por Higgs em pesquisas em Genebra, na Suíça. O Modelo Padrão de Física também repousa sobre a existência de um tipo especial de partícula: a Higgs. A partícula se origina de um campo invisível que preenche todo o espaço. 

 

Mesmo quando o universo parece vazio, o campo está presente. Sem a partícula Higgs, não há existência, pois é a partir do contato com o campo que as partículas adquirem massa . A teoria proposta por Englert e Higgs descreve esse processo. Amanhã (9/10) será divulgado o nome do Prêmio Nobel de Química. Na sexta-feira, será a vez do Prêmio Nobel da Paz, e na segunda-feira (14), de Economia. A data da divulgação do Prêmio Nobel de Literatura ainda não foi divulgada, de acordo com o calendário oficial divulgado pela organização.
O total de prêmios em dinheiro, em 2012, foi 8 milhões de coroas suecas (cerca de 930 mil euros). Os escolhidos receberão os prêmios em dezembro, em cerimônias em Estocolmo e em Oslo no dia 10, aniversário da morte do fundador, Alfred Nobel, em 1896. Os prêmios Nobel passaram a ocorrer a partir da disposição do químico, engenheiro e industrial sueco (1833-1896) de doar seus bens para o reconhecimento de personalidades que prestassem serviços à humanidade. Alfred Nobel foi o inventor da dinamite.

Confira a lista dos vencedores dos últimos 10 anos do Prêmio Nobel de Física

2013: Petter Higgs (Grã-Bretanha) e François Englert (Bélgica)

2012: Serge Haroche (França) e David Wineland (EUA)

2011: Saul Perlmutter (Estados Unidos), Adam Riess (Estados Unidos) e Brian Schmidt (Estados Unidos/Austrália)

2010: Andre Geim (Holanda) e Konstantin Novoselov (Rússia/Grã-Bretanha)

2009: Charles Kao (Estados Unidos/Grã-Bretanha), Willard Boyle (Estados Unidos/Canadá) e George Smith (Estados Unidos)

2008: Yoichiro Nambu (Estados Unidos), Makoto Kobayashi e Toshihide Maskawa (Japão)

2007: Albert Fert (França) e Peter Grunberg (Alemanha)

2006: John C. Mather (Estados Unidos) e George F. Smoot (Estados Unidos)

2005: Roy J. Glauber (Estados Unidos), John L. Hall (Estados Unidos) e Theodor W. Hansch (Alemanha)

2004: David J. Gross, H. David Politzer e Frank Wilczek (Estados Unidos)

 

Agência Brasil

 

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios