Destaques

Neymar mostra que continua um dos melhores do mundo e Brasil vence por 5 X 0

Foto: ESPN Brasil
Foto: ESPN Brasil

O Brasil passou meses discutindo a falta de um centroavante. Mas nesta quarta-feira, em Joanesburgo, Neymar provou que essa discussão pode ser tola.

Com três gols de seu camisa 10, o Brasil goleou a África do Sul por 5 a 0, no último amistoso antes da convocação para a Copa do Mundo. Fred, o camisa 9 que voltava ao time, passou em branco. Mas isso não foi problema para Felipão. Como muitas vezes na sua gestão, Neymar resolveu.

Desde que voltou ao comando do time nacional, o treinador escalou Neymar 20 vezes. Nesses jogos, ele acumula 13 gols. A média de 0,65 por jogo, em se tratando de partidas de times nacionais, é excepcional. Com a camisa da Argentina, Messi tem média de 0,45 gol por jogo. Por Portugal, Cristiano Ronaldo faz 0,43 tento por partida.

Como havia prometido, Luiz Felipe Scolari começou o jogo com Rafinha e Fernandinho, que estreavam sob seu comando na seleção. Apenas a 64ª colocada no ranking da Fifa, a equipe da casa não dava sinais de resistência. E dois dos preferidos do treinador brasileiro construíram o gol que abriu o placar, aos 10min.

Pelo lado direito do ataque, Hulk fez lançamento preciso para Oscar, que dominou, avançou com a bola e tocou na saída do goleiro para marcar.

Atrapalhado, o time anfitrião tentou reação na empolgação. Bastava a equipe trocar três passes e chegar perto da área de Júlio César que a torcida, que não lotava nem metade do FNB Stadium, delirava.. Mas essa estratégia tinha um preço, e alto.

Ao buscar o ataque, a África do Sul deixava espaços enormes para o Brasil contra-atacar. Em um lance assim, aos 29min, Neymar avançou livre de marcação até a entrada da área mas chutou em cima do goleiro Williams e perdeu a chance de ampliar o placar.

Mas, na segunda grande chance que teve, Neymar não falhou. Aos 41min, novamente com muita liberdade, ele chutou cruzado, e Williams deixou passar: 2 a 0 Brasil. Foi o 28º gol do astro com a camisa da seleção brasileira.

Para o segundo tempo, a seleção trocou de uniforme, passando do amarelo para o azul, e também logo com três trocas. William, Luiz Gustavo e Ramires entraram nas vagas, respectivamente, de Hulk, Paulinho e Oscar.

E não foi no intervalo que a África do Sul aprendeu a marcar. Logo no primeiro tempo da segunda etapa, novamente Neymar ficou livre para fazer o terceiro gol da seleção, encobrindo o goleiro sul-africano.

Se Rafinha e Fernandinho não jogavam o suficientemente bem para garantir vaga na Copa nem mal para serem descartados, Júlio César conseguiu mostrar que parece voltar a ter bom ritmo. Aos 18min, ele fez defesa espetacular em chute de Patosi.

Mas Fernandinho teve tempo para provar que suas habilidades ofensivas serão um diferencial para ele na conquista por uma vaga na Copa. Aos 34min, ele acertou belo chute de fora da área e marcou o quarto gol dos brasileiros. E, já perto do final, Neymar fechou o placar com um gol praticamente dentro da pequena área.

espn  Click PB

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios