policial

Mulher suspeita de atropelar pedreiro em ciclofaixa na PB é indiciada por homicídio culposo

Após a confirmação da morte cerebral do ciclista, a mulher suspeita de atropelar o homem foi indiciada por homicídio culposo, de acordo com nota da Polícia Civil divulgada nesta sexta-feira (3), em João Pessoa. O caso aconteceu na quarta-feira (1º), no bairro de Quadramares. O G1 não conseguiu contato com a defesa da suspeita.

Segundo a delegada Cléa Lúcia Gomes, responsável pelo inquérito, uma equipe de investigadores foi até o local do acidente na tarde da quinta-feira (2) e fez um relatório sobre tudo o que foi coletado, além de solicitar as imagens do local e listar novas testemunhas.

Um vídeo divulgado na quinta-feira (2) pela TV Cabo Branco mostra o atropelamento. O vídeo foi gravado de um prédio em frente ao local onde aconteceu o acidente e também mostra uma mulher saindo do carro pelo lado do motorista.

Inicialmente, testemunhas do acidente relataram que era o homem quem estava dirigindo o carro, porém, em depoimento, o casal explicou que a mulher dirigia o veículo e homem estava no banco de trás do carro.

A mulher já havia sido indiciada por lesão corporal culposa mas, após a confirmação da morte cerebral da vítima, o caso passou a ser tratado como homicídio culposo. A família de Walmir Pedro de Brito irá doar os órgãos da vítima.

Foto: Walter Paparazzo/G1/Arquivo

G1

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios