policial

Mulher que matou companheira em João Pessoa é suspeita de ter assassinado duas pessoas no RN

A mulher que matou a companheira em um apartamento no bairro de Gramame, na Zona Sul de João Pessoa, no dia 20 de março , pode ter cometido outros dois assassinatos no Rio Grande do Norte. A apuração é resultado do trabalho de investigação da Polícia Civil da Paraíba, divulgado nesta segunda-feira (29). O inquérito do crime em João Pessoa foi concluído. Além do homicídio, ela tentou matar por envenenamento o sobrinho e a mãe da vítima.

De acordo com as investigações, a mulher teria matado, em 2011, José Edilson dos Santos, depois de dopar a vítima e deixar o corpo queimado dentro de um carro. Ela pode ter recebido a ajuda de outro homem. Em razão desse crime, foi expedido mandado pela Comarca de Santo Antônio, no Rio Grande do Norte.

Em 2014, na cidade de Natal (RN), ela teria matado esse comparsa, provavelmente envenenado, segundo informações colhidas junto à Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da Polícia Civil do Rio Grande do Norte. Quem explica é a delegada da Paraíba, Emília Ferraz.

“Os crimes cometidos não param por aí. Em 2021, em João Pessoa (PB), ela matou Gilmara Santos da Costa e atentou contra as vidas de duas pessoas fazendo uso de tranquilizante e carrapaticida”, concluiu a delegada, da Delegacia de Crimes Contra a Pessoa (DCCPES) de João Pessoa.

A mulher foi presa em Campina Grande, dois dias após o crime. Segundo a Polícia Civil, a suspeita estava escondida no bairro Vila Cabral.

portalcorreio

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios