policial

Morre mototaxista que foi esfaqueado no centro da cidade de Esperança

João-Galego-217x300Morreu no inicio da tarde desta quinta feira 12/12 no hospital de Trauma na cidade de Campina Grande o mototaxista João Francisco da Silva, 49 anos mais conhecido por (João Galego)

O seu velorio acontecerá na Rua Sebastião Araujo ( Em Frente ao deposito da Almeida) centro da cidade de Esperança

O Crime:

Foto: Local do Crime Reprodução: Belarmino Noticias

Foto: Local do Crime
Reprodução: Belarmino Noticias

O mototaxista João Francisco da Silva, 49 anos de idade, foi esfaqueado, na tarde do dia(10/12), por volta das 16, no Calçadão, centro da cidade de Esperança. O crime aconteceu na presença de várias pessoas que estavam no local.

Apesar de a praça “O Calçadão” está repleta de mototaxistas e pessoas que presenciaram o fato, ninguém informou quem teria tentado matar João Francisco, apenas que o outro acusado é também mototaxista. “Eu não vi nada, não sei quem foi”, disse um mototaxista que estava no local.

Segundo informações de populares, houve uma discussão entre os dois homens e o mototaxista teria ido em casa buscar uma arma para matá-lo. “Eu só vi quando a vítima saiu correndo pela Praça e outro homem atrás dele com um facão para matá-lo. Em seguida, o mototaxista caiu no banco da praça pedindo por socorro, já perdendo bastante sangue”, disse uma testemunha que não quis se identificar.

Ela também acrescentou que ninguém fez nada para parar o homem que estava com o facão para ferir o mototaxista.

Há informação de que o motivo da briga teria sido por causa de uma cobrança de um pequeno valor em dinheiro por parte de um dos mototaxistas. Um taxistas que estava nas proximidades foi quem socorreu  João Francisco.

De acordo com informações de funcionários do hospital municipal, a vítima estava com quatro perfurações espalhadas pelo corpo, sendo duas próximo ao peito e duas na região abdominal. João Francisco perdeu bastante sangue, disse  o funcionário do hospital. Ele foi transferido para o Trauma na cidade de Campina Grande.

A polícia militar esteve no local para apurar o caso.

 

andradenoticias

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios