Destaques

Metade do segmento de turismo e alimentação vai fechar, prevê sindicato

SEHA-JP defende que o segmento está preparado para voltar a funcionar, com os cuidados necessários

Com mais de mil demissões e queda superior a 80% no faturamento por causa da pandemia provocada pelo novo coronavírus, o setor de hospedagem e alimentação de João Pessoa deve ser reduzido pela metade. A previsão é do presidente do Sindicato das Empresas de Hospedagem e Alimentação de João Pessoa (SEHA-JP), Graco Parente.

“Estamos acompanhando de perto a situação do nosso setor. Cerca de 20% das empresas do segmento em João Pessoa já encerraram suas atividades e pelos nossos estudos mais 30%, principalmente bares e restaurantes, não conseguirão sobreviver no cenário atual quando reabrirem as portas. É uma realidade muito triste”, afirma Parente.

Reabertura do setor

Com o setor paralisado desde março, o SEHA-JP defende que o segmento está preparado para voltar a funcionar, com os cuidados necessários para combater o contágio da Covid-19.

“Seguimos protocolos da Organização Mundial de Saúde (OMS) e de autoridades em saúde nacionais e internacionais para definir as medidas preventivas de cuidado e higiene. O setor está bem orientado e preparado para voltar priorizando a saúde dos clientes, colaboradores e fornecedores”, esclarece o presidente do SEHA-JP.

Manutenção de empregos

Para o SEHA-JP, o retorno imediato é fundamental para que o segmento não seja ainda mais prejudicado.

 

Portal Correio

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios