Destaques

“Me defenderei na Justiça”, diz ex-servidor do TJPB que matou namorada

O ex-funcionário do Tribunal de Justiça da Paraíba, João Raimundo Vieira da Silva de Araújo, suspeito de matar a namorada, Renata Alves Costa, de 35 anos, em Recife, evitou falar, nesta quarta-feira (10), com a imprensa sobre o caso.

“Eu me defendo na Justiça e não com vocês da imprensa”, disse João Raimundo após ser ouvido em uma delegacia da Capital pernambucana.

Preso em Natal, João Raimundo foi ouvido por cerca de três horas pela polícia e teria confessado parcialmente o crime, segundo o delegado Roberto Lôbo.  Ele teria afirmou que a namorada foi morta em um acidente, mas não deu detalhes sobre o fato.

O crime aconteceu dentro de um apartamento em Campo Grande, na Zona Norte da cidade. O corpo da vítima foi encontrado na tarde de domingo (7) com um tiro na testa.

Psicólogo, João Raimundo atuou no juizado de violência doméstica e familiar da Comarca de Guarabira. Ele foi demitido da função em abril deste ano.

MaisPB

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios