Destaques

Marina ganha tempo e diz que ainda precisa pensar sobre futuro político

Marina: "a derrota ou a vitória só se mede na história"
Marina: “a derrota ou a vitória só se mede na história”

Marina Silva ganhou um pouco mais de tempo para decidir sobre o seu futuro político. Em coletiva de imprensa no fim da tarde desta sexta-feira (4/10), a ex-senadora informou que ainda não escolheu qual será o partido político que ela escolherá para participar das eleições do próximo ano. “Ainda tenho uma longa noite e um dia inteiro pela frente”, disse. O prazo para se filiar a uma legenda e concorrer em 2014 termina neste sábado (4/10).

“Esse é um manejo que estamos fazendo para darmos uma contribuição para o Brasil. É nisso que vai basilar a minha decisão”, disse. “As eleições fazem parte de um partido polítco, mas não é um fim que se justifique em si mesmo”, acrescentou.

Ela informou que este é um dos momentos mais importantes de sua vida, por isso não quer tomar qualquer decisão de forma precipitada. “Houve três momentos de reflexão em minha vida: o primeiro foi a morte da minha mãe; o segundo, a minha saída do PT e o terceiro está acontecendo agora”, emendou.

A ex-senadora sofreu uma derrota inesperada, na quinta-feira (3/10), no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A corte não autorizou o registro da Rede Sustentabilidade, não permitindo que o partido saísse do papel e concorresse nas próximas eleições.

“A derrota ou a vitória só se mede na história”, disse Marina, repetindo a frase dita por ela quando deixou o Ministério do Meio Ambiente, durante o governo Lula.

 

Correio Braziliense

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios