Municípios

‘Marcha pela Vida’ reúne 3,5 mil em Massaranduba, Agreste paraibano

marcha-300x211Mais de 3,5 mil pessoas participaram ontem da V Marcha pela Vida das Mulheres e pela Agroecologia, que aconteceu na cidade de Massaranduba, Agreste paraibano. O evento que é organizado pelo Polo da Borborema, conjunto de sindicatos de vários municípios, geralmente acontece no Dia Internacional da Mulher, mas mudou de data em 2014 pela proximidade dos festejos carnavalescos. Os principais objetivos da marcha são denunciar a violência contra a mulher e dar visibilidade a sua contribuição para a agricultura familiar.

De acordo com Maria Leônia Soares, presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Massaranduba, a marcha reuniu agricultoras, militantes, lideranças e membros da sociedade civil. “A cada ano mais mulheres se envolvem nesse evento e as políticas públicas para mulheres são fortalecidas. Infelizmente, ainda lidamos com muito machismo. Esse é um dia de liberdade para todas as agricultoras, em que relembramos a força da ação sindical e o quanto o trabalho delas é importante para a família”, afirmou.

Casos de violência contra a mulher na Paraíba, como a ‘Barbárie de Queimadas’, que vitimou a recepcionista Michele Domingos e aprofessora Izabella Pajuçara em fevereiro de 2012, foram lembrados na marcha. Além dos assassinatos de Vani dos Santos Lima e Maria Lúcia da Silva, espancadas até a morte em 1998 e 2006, respectivamente, em Massaranduba.

Além de depoimentos de familiares das vítimas, houve um momento de silêncio em frente à igreja matriz da cidade em homenagem às jovens.

Durante o trajeto, 63 mulheres vestidas de preto e carregando cruzes de madeira relembraram as 63 mulheres mortas na Paraíba durante o ano de 2013. No final da marcha, foram homenageadas as parteiras, benzedeiras e rezadeiras da cidade.

 

 

jornaldaparaiba

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios