policial

Justiça arquiva processo contra soldado que matou cabo em JP

O juiz Marcos William, titular do 1º Tribunal do Juri da Capital, arquivou o processo contra o soldado Álvaro Ian Pessoa Tavares, de 26 anos, que matou o cabo policial militar André Pereira Barbosa a tiros no dia 5 de março de 2018, em um edifício no bairro de Manaíra, na Zona Leste de João Pessoa, segundo informações da TV Correio. De acordo com o juiz, o soldado agiu em legítima defesa e foi inocentado.

O arquivamento já havia sido solicitado pelo promotor Marcos Leite, com o argumento de que o soldado estava em casa quando o cabo invadiu o apartamento com uma arma em punho na tentativa de matar o militar.

Ainda segundo a TV Correio, o soldado Álvaro Tavares continua fazendo tratamento psicológico, mas segue trabalhando na rádio patrulha da 6ª Companhia Independente de Cabedelo.

Na época do crime, a esposa do cabo que foi morto acusou o soldado de ser violento e de ter feito ameaças contra ela, que estava grávida de cinco meses quando o fato aconteceu. Ela também alegou que ela e o soldado Tavares discutiram após ela dizer que ele havia agredido o tio deles.

 

Portal Correio

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios