Destaques

Juiz de Guarabira diz que divulgadores das ‘pirâmides financeiras’ queriam “ganhar dinheiro sem o necessário trabalho”

Juiz-Gustavo-Lyra-O juiz diretor do fórum da comarca de Guarabira, Gustavo Pessoa Tavares de Lyra, usou sua conta na rede social facebook para emitir sua opinião a respeito da polêmica envolvendo as empresas de multinível.

Recentemente uma decisão da Justiça do Estado do Acre suspendeu a adesão e o pagamento para divulgadores da empresa Telexfree. De acordo com o magistrado “todos são corresponsáveis pelo engodo, na medida em que apesar de serem enganados, também enganaram”.

A empresa já tentou liberar os pagamentos dos divulgadores e as adesões, mas até agora não obteve sucesso. Milhares de pessoas já acionaram o CNJ para tentar evitar os prejuízos. Muitos se desfizeram de bens para investir na empresa de multinível e acabaram perdendo tudo, mesmo sabendo que não havia garantias e que o investimento era de risco.

Veja postagem do juiz

Me desculpem os que foram e são enganados pelas pirâmides financeiras da vida, mas não tenho pena alguma deles. Todos, sem exceção, visaram ganhar dinheiro sem o necessário trabalho, a famosa e odiosa grana fácil. Que fiquem com seus prejuízos! Todos são co-responsáveis pelo engodo, na medida em que apesar de terem sido enganados, também enganaram. Espero que sirva de lição, pois, definitivamente, não existe almoço grátis. Larguem a ganância e vão lutar para construir seus sonhos.

Portal 25 horas

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios