policial

Jovem morta no Sertão da PB teria sido socorrida apenas um dia depois de ser agredida, diz polícia

Michelle Macena de Andrade Nascimento, de 20 anos, morta em Uiraúna, no Sertão da Paraíba, teria sido socorrida apenas um dia depois de ser agredida pelo próprio pai. A informação foi divulgada pela Polícia Civil nesta quarta-feira (24).

Em depoimento à polícia, familiares de Michelle confirmaram que a agressão teria ocorrido na sexta-feira (19). Após a discussão, a jovem teria ido dormir na casa de uma tia, e no dia seguinte chegou a ir à cidade de Sousa fazer compras.

Somente quando estava se organizando para ir a um aniversário, no sábado (20), Michelle passou mal e foi socorrida, por volta das 18h.

Segundo o delegado Ilamilton Simplício, superintendente da Seccional de Cajazeiras da Polícia Civil da Paraíba, uma prima da jovem disse em depoimento que ela relatava ter problemas de relacionamento com o pai. Já a mãe da jovem afirmou que o pai apenas teria empurrado Michelle. A mulher não estava em casa no momento da agressão.

A Certidão de Óbito da jovem consta como causa da morte uma hemorragia intracraniana. A Polícia Civil aguarda o resultado da perícia realizada pelo Instituto de Polícia Científica (IPC) para prosseguir com as investigações.

O pai de Michelle Macena, principal suspeito da agressão que resultou na morte da jovem, deve se apresentar à Polícia Civil na Delegacia de Uiraúna na tarde desta quarta-feira (24), segundo seus advogados.

Relembre o caso

Michelle Macena de Andrade Nascimento morreu na noite de sábado (20) após sofrer um traumatismo craniano. As suspeitas é de que um murro dado pelo próprio pai dela tenha provocado a morte. A agressão aconteceu no município de Uiraúna, onde a família mora, mas a morte foi registrada no Hospital Regional de Sousa, para onde ela foi levada.

Segundo as primeiras averiguações da Polícia Civil, a jovem realizava uma faxina em casa quando o irmão dela chegou e sujou um fogão que ela acabara de limpar. Começou-se uma discussão entre ambos e, no momento, o pai chegou em casa. Ele resolveu intervir e, na briga que se seguiu, bateu com violência no rosto da filha, provocando os fatos que levaram à morte dela.

G1

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios