DestaquesMunicípios

João Rocha Neto deixa a Secretaria de Saúde de Solânea

Carta aberta aos Solanenses e amigos.

Em outubro de 2016 eu recebia o convite do Prefeito eleito, Kayser Rocha, para integrar a sua equipe de Governo, mais precisamente a frente da pasta da Saúde.
Convite aceito, vieram os desafios. No início, tudo novo, cheio de dúvidas, expectativas. Apesar de ter gerenciado o NASF local e ser empresário no ramo da saúde, nada se comparava estar a frente de uma das pastas mais complexas de uma Gestão, senão a mais complexa.
Ao ver as pessoas que me procuravam com o desejo voraz de resolver seus problemas, nos mais distintos pedidos, consegui viver emoções indescritíveis. Ali, naqueles momentos, pude interpretar o valor do que é ter saúde. Pois uma simples medicação, um retorno a um especialista, um procedimento cirúrgico, eram motivos para se esgotarem as esperanças de quem tanto recebia antes um “Não” como resposta.
Na salinha de ar condicionado frágil, cadeira desconfortável e lugar peculiar, atendi pessoas todos os dias, de todas as classes sociais, etnias, religiões. Sempre sem distinção, principalmente na parte política. Em alguns momentos eu não era o Secretário, era o conselheiro, amigo e “psicólogo informal” de pessoas que não tinham mais esperanças em resolver seus problemas, passando por aquelas que desabafavam intensamente, até aquelas que vinham somente para dizer: “Oi! Você está bem”? Mas nenhuma visita era tão especial quanto a de minha amada mãe. Ela que mora a menos de 20m da Secretaria e vinha com seu jeitinho meigo e carinhoso me abençoar no local de trabalho. E em plena pandemia, descobrimos um problema de saúde, que fez com que essa visita tão maravilhosa, fosse interrompida. Isso nos fez estremecer, mas não esmorecer, pois o meu Deus nunca me deixou desistir.
Mas tudo que começa, chega ao fim um dia. Deixamos a Secretaria, mas fica um legado. Qualificamos todos os nossos profissionais da saúde, batemos metas de campanha de vacinação (coisa que Solânea nunca tinha alcançado), reformamos Unidades Básicas de Saúde, qualificamos a base e renovamos a frota do SAMU, adquirimos equipamentos para todas as UBSs, renovamos toda a frota da Saúde, várias ambulâncias, vans, veículos utilitários, implantamos o PEC, tablets para os ACSs, fardamento e EPIs para todos os ACSs e ACEs, adquirimos equipamentos para o NASF e CEO, reabrimos a nossa Policlínica com 10 especialidades, implantamos uma dinâmica de realização de exames bioquímicos com o que de mais moderno tínhamos no mercado. Adquirimos computadores, projetores, notebooks e multifuncionais para os setores da Secretaria: policlínica, CAPS, sala de vacina, laboratório, CEO, Endemias, Administração. Implantamos mais saúde bucal no município, climatizamos vários consultórios e setores, concluímos UBSs, implantamos o Melhor em Casa e o Laboratório de Próteses Dentárias para devolver o sorriso a quem tanto almejava, aprovamos o Centro especializado para tratamento da Covid-19, deixamos aprovados e encaminhados mais veículos, construção de UBS, equipamentos odontológicos para o CEO e UBSs, demos passos largos para implantarmos o hemonúcleo e um centro de saúde para o trabalhador, deixamos todas as UBSs com médicos e todos os serviços funcionando a todo vapor. Muito foi feito e muito mais ainda está por vir.
Com a forma de ver o SUS por outra ótica, chegamos a Presidência de uma CIR, fizemos parte da Diretoria do COSEMS PB – isso nos deus assento na CIB – e até membro do Conselho Administrativo da Fundação Paraibana de Saúde, fazendo com que nosso município fosse visto de maneira diferente, abrindo espaço para trazer o que é de melhor pra nossa gente. Tudo isso sem vaidade e apenas com um objetivo: mostrar o potencial de nossa cidade lá fora.
Enfrentamos até uma pandemia que nos assola até hoje e consumia nosso tempo. Tínhamos hora para chegar e nunca para sair da Secretaria, pois todos os dias emitíamos o boletim diário para informar a toda população. Até as refeições às vezes eram abdicadas. Fizemos com que nosso município não tivesse sérios problemas com os casos através de nossas ações preventivas – planos de ação e contingência e protocolos sanitários – realizadas por nossos extraordinários Profissionais da Saúde. Para se ter uma ideia, a Paraíba teve o 1° caso em março e somente em maio apareceu o 1° caso em Solânea. Quase zeramos os casos positivos em nosso município. E o principal foi feito: não deixamos em nenhum momento de orientar a todos, até o último dia em que ficamos a frente da Secretaria que usar máscaras, evitar aglomerações e manter o distanciamento social é essencial no combate à pandemia. E isso seguimos à risca, pois a ciência sempre foi nosso norte.
Ufa! Como foi gratificante poder viver tudo isso intensamente.
Contudo, chega o fim de um ciclo. Mas antes de tudo, os agradecimentos não poderiam faltar. E inicio agradecendo a todos os profissionais de saúde: aos vigilantes, recepcionistas, agentes administrativos, auxiliares de serviços, condutores, médicos, odontólogos, enfermeiros, técnicos, farmacêuticos, biomédicos, pedagogos, nutricionistas, assistentes sociais, psicólogos, profissionais da Educação Física, veterinários, fisioterapeutas, ACSs e ACEs. Agradecimento especial a quem eu “abusava” todos os dias: a Alexandra, Janaína, Adjane e Dona Joana. Grato a Janúbia, Ney, Matheus, Washington, Yasmim, Danny, Michel, Núbia, Wellington, Milena, Juliana, Penha, Aleinne, Danilo, Iran, Netinha, Fernando, Ionaldo, Sr. Pedro, Sr. Toinho. Os que passaram e contribuíram conosco, a exemplo de Júnior Magela, Reinadja, Sara, Chico, Batata, Elayne. Enfim, todos os espetaculares funcionários do NASF, Melhor em Casa, UBSs, CAPS, Policlínica, Regulação, Endemias, SAMU e CEO. E a estes funcionários da Saúde, peço perdão por não ter atendido a todos como almejavam, mas tenham a certeza que o melhor de mim foi dado durante os 4 anos, sempre sendo verdadeiro, disponível e correto. Abro um parêntese para elogiar aos que sempre contribuíram para orientar, assistir e fazer o SUS de qualidade. Minha admiração por serem profissionais exemplares. Aos que por algum motivo deixaram de exercer sua função com maestria, e com isso fomos muitas vezes cobradores do certo, repensem sobre o que é ser trabalhador da saúde, e saibam que muitas pessoas precisam de vocês.
Grato aos demais Secretários Municipais, que vez por outra nos deparávamos em missões conjuntas.
Agradeço aos membros do Conselho Municipal de Saúde, que foram construtores nas melhorias para a pasta desde o início de nossa gestão.
Gratidão aos amigos pares da CIR Piemont da Borborema, aos demais Secretários e equipe da CIB, a minha amiga que tive o prazer de conhecer e aprender com ela, a ilustre Soraya Galdino, que me deu oportunidade de ser Diretor no COSEMS PB e ser indicado para um Conselho Administrativo a nível Estadual (algo inédito para um Secretário de Solânea), a toda equipe técnica do COSEMS PB, aos amigos da Gerência Regional de Saúde – Guarabira. A todos da Secretaria Estadual da Saúde.
Agradeço aos amigos da imprensa, que sempre procuraram mostrar nosso trabalho cedendo o espaço para dialogarmos e dar satisfação à população.
Aos Vereadores de Solânea, que sendo alguns da situação, vez por outra divulgavam e propagavam as ações da Secretaria de Saúde, e até os oposicionistas, que com as críticas, nos mostravam onde tínhamos que acertar. E à nova conjuntura da Casa Legislativa, pedimos que olhem, analisem e elaborem leis que possam cada vez mais fortalecer o SUS e valorizar os Profissionais da Saúde. E que esse fortalecimento seja para que os serviços cheguem a todos, sem entraves.
Gratidão ao prefeito Kayser Rocha, pela oportunidade e confiança em minha pessoa. A ti, fica meu respeito, desejo de vitória, prosperidade e muita saúde para continuares a missão que o povo de Solânea lhe facultou e que Deus o oriente sempre em suas decisões.
Grato pelo estreitamento com a justiça e o ministério público, onde o aprendizado com Dr. Osenival e Dr. Henrique me ensinou muito a dar prosseguimento no fluxo na pasta.
Aos meus amigos de verdade, gratidão infinita pelo apoio e a certeza de que poderão contar comigo sempre.
A todos os Solanenses, meu obrigado do fundo do coração. Vocês são merecedores de toda a felicidade, prosperidade e progresso do mundo. Perdão por não ter feito algo a mais por nossa cidade. Mas tudo que tentamos e conseguimos, foi somente pensando no bem estar de vocês.
A minha família, entrego a vida como gratidão. Ao meu pai Falcon e a minha mãe Euza, o agradecimento por terem me ensinado a ser honesto, correto, justo e humano. Ao meu filho Henzo e a minha esposa Mariza, as desculpas por ter roubado o tempo que seria dedicado a vocês, para me doar de corpo e alma à Secretaria de Saúde. O ficar mais tempo na cama, a refeição com todos na mesa, o feriado prometido e a brincadeira de bola, agora poderão ter a devida atenção. Enfim, muito obrigado por sempre me compreenderem. Sem vocês eu não tinha suportado por todo esse tempo.
Ao meu Deus, apenas peço perdão por não ter conseguido fazer tudo que ele me ensinou. Desculpas pelos “nãos” que tive de dar. Mas gratidão pelos “sins” que ele me ajudou a mencionar. Sem ti, meu Pai, eu não seria nada.
Enfim, hoje me ausento da Secretaria Municipal de Saúde de Solânea. Secretaria esta que evidenciou e muito a gestão Olhando Para o Futuro, e como prova, é só fazer um comparativo com os anos anteriores. Levamos no peito saudades, mas deixamos a sensação de dever cumprido. Na bagagem, experiência e os três itens que entrei com eles ao assumir a pasta: a biz, o carimbo e a caneta. A motocicleta branca que por muitas vezes saía para resolver algo de um necessitado. Não a mesma caneta, pois muitas se esgotaram em solicitações que ajudaram muitas pessoas, e junto com o carimbo, amenizaram o sofrimento de tantas e trouxeram inúmeros benefícios para nossa gente. Serei sempre um militante do SUS, pois é algo complexo e cheio de maravilhas internas.
Encarei minha missão como uma dádiva de Deus e a levei até o fim com espírito de sacrifício e muita dedicação. E em tempos de pandemia, poderia ter desertado, não só pela pandemia, mas também por perdas na família e descoberta de doenças em quem amamos. Mas a consciência e a vontade de fazer algo para salvar vidas tomava conta de mim como um todo, fazendo com que essa dedicação fosse alimentada a cada dia com muito mais voracidade em combater um mal tão terrível. Porém, chegou a hora de passar o bastão para outra pessoa que venha sentir o que é ser Gestor da Saúde. E para quem venha me suceder, sorte, sabedoria, saúde e um Conselho: faça o SUS ser para todos sem distinção e sem privilégios. Apenas prioridade de acordo com a lei, mesmo que isso custe uma batalha contra o sistema. Sistema este que lutei com unhas e dentes para que o SUS fosse para quem realmente precisasse, sem arrumadinhos e conchavos.
O ontem foi passado e já é história. O hoje é presente e o amanhã é início do futuro. Sendo assim, a história se conta, mesmo que não seja com todos os capítulos de uma vez. E a consciência limpa e o dever cumprido fazem o melhor travesseiro. Por fim, meu último pedido: defendam o SUS, pois ele salva vidas. E aonde eu for e estiver, sempre procurarei evidenciar nossa querida Solânea.
João Elísio da Rocha Neto.
Louco por Solânea e apaixonado pelo SUS.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios