Destaques

Igreja Batista de Bananeiras emite nota explicando porque não desfilou no dia 7 de setembro

Gilberto-pastor-300x262A Primeira Igreja Batista, com seus 27 anos de existência no município de Bananeiras, teve sua história marcada negativamente no último dia 7 de setembro de 2013. Convidada à participar das comemorações alusivas ao desfile cívico, prontamente aceitamos ao convite e obstinadamente, com unidade de pensamento e vontade mútua, ensaiamos insistentemente para poder apresentar o melhor possível para o público, sobretudo, continuar mostrando a mensagem de Jesus Cristo, que sem dúvidas, faz parte da história dessa “Brava Gente Brasileira”.

Engajados nessa obra, reunimos um grande público da própria Igreja, como também da Igreja Congregacional e ensaiamos, de crianças a idosos, todos os sábados em frente da Igreja, cada um doando um pouco do seu tempo em prol do propósito supracitado.

A Igreja foi “conquistada” pela ideia de receber ajuda da Prefeitura para a confecção do material a ser usado no desfile, isso porque, o próprio órgão se comprometeu a tal. No entanto, fomos surpreendidos quando do recebimento do material que não dava para, se quer, confeccionar a primeira ala do desfile.

Sendo a Igreja composta por bebês, crianças, adolescentes, jovens, adultos e idosos, todos estávamos comprometidos com o desfile, para nossa surpresa, a comissão organizadora do evento nos colocou para desfilar em um horário totalmente incompatível com a realidade do público da Igreja, isso porque em tese desfilaríamos aproximadamente de 12h30, em pleno sol escaldante.

Cogitada a possibilidade de adequação de horário a comissão organizadora foi irredutivelmente contra, alegando que, se a Igreja desfilasse antes do horário pré-estabelecido, fugiria do tema do desfile. Aqui abro um parêntese: (A história da ‘Brava Gente Brasileira’ nunca estaria desvinculada da história do cristianismo). Entendo isso como uma incalculável insensibilidade e ignorância acerca do tema.

Para finalizar, como pastor desta Igreja, quero parabenizar e agradecer a todos os membros, tanto da Primeira Igreja Batista como também dos irmãos da Igreja Congregacional, que prontamente se disponibilizaram. Também dizer que me senti, mais uma vez, refém dessa falsa democracia que impera em nosso país, da hipocrisia que permeia as lindas palavras ditas aos ventos e da falta de compreensão e compassividade com os membros desta Instituição.

Que a paz esteja com todos!

Gilberto Paulo de Lima e Silva  
Pastor 

Bananeiras Online com Assessoria

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios