Educação

Governo russo denuncia métodos ditatoriais no novo poder da Ucrânia

POLAND-UKRAINE-DEMONSTRATION A Rússia denunciou nesta segunda-feira (24/2) o novo poder na Ucrânia, ao qual acusou de usar métodos “ditatoriais e terroristas” e adotar medidas contra os ucranianos de origem russa, segundo nota oficial. A chancelaria russa denunciou em particular a eliminação de uma lei que fazia do russo a segunda língua oficial em algumas regiões ucranianas.

Mais cedo, o primeiro-ministro russo, Dimitri Medvedev, questionou a legitimidade das novas autoridades ucranianas e considerou “uma aberração” o reconhecimento por parte de muitos países do poder surgido de “uma rebelião armada”.

“A legitimidade de toda uma série de órgãos (na Ucrânia) cria sérias dúvidas”, afirmou, citado por agências russas. “Alguns de nossos sócios ocidentais não acham isso, mas é uma espécie de aberração chamar de legítimo o que, em essência, é o resultado de uma rebelião armada”, acrescentou.

 

Correio Braziliense

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios