Principal

Governo da PB contrata empresa de informática por R$ 54 milhões; Link Data foi citada na “Caixa de Pandora”

governo-da-pb-contrata-empresa-citada-na-caixa-de-pandora-por-r-54-milhoes_1.jpg.280x200_q85_cropConforme o Diário Oficial do último dia 17, o governo da Paraíba contratou, com base na Ata de Registro de Preços 0075/2013, a empresa Link Data, pelo valor de R$ 54 milhões, para realizar serviço de “fornecimento de Solução Integrada de Gestão, que visa integrar e automatizar os processos para atender aos diversos Órgãos e Secretarias, da administração direta, indireta, autárquica e fundacional que fazem parte da estrutura administrativa do Governo do Estado da Paraíba”.

Sobre o caso, quem se pronunciou foi o vereador Marcos Vinícius (PSDB/JP) que afirmou existir a necessidade de uma explicação imediata do governo: “Não vejo razoabilidade neste contrato e o valor é algo inaceitável para um estado como a Paraíba”, denunciou.

O valor “significativo” acabou causando estranheza a nossa equipe que telefonou para o gabinete da secretária de Administração, Livânia Farias, cuja chefe de gabinete, após três telefonemas (dois pela manhã e um à tarde) confirmou através de contato telefônicoque o valor estava correto, com relação a Link Data não conseguimos contato.

documento-diario-oficial

O valor era suficiente para contratar 230 engenheiros de software do Google pelo período de um ano, pagando R$ 235 mil/ano.

1-1

Sobre a Link Data, o relatório da CPI da CODEPLAN confirma a empresa entre as investigadas.

Veja a imagem abaixo:

cpi

Em Sergipe, a contratação da Link Data também rendeu críticas, a exemplo de nota publicada no jornal Tribuna do Norte, em 18/03 deste ano, que diz “O governo de Sergipe esnobou sua empresa de informática e contratou por R$ 2, 4 milhões a Link Data, para criar um software de controle de patrimônio do Estado. Só a migração dos dados custará R$ 688 mil. A Link Data é citada no escândalo que derrubou o governo Arruda”.  Segue o link: http://tribunadonorte.com.br/news.php?not_id=143306

Além disso, em matéria da revista Época, a empresa é citada em um escândalo de superfaturamento na Funasa. “Em outro contrato, para a compra de um software de gestão de patrimônio fornecido pela empresa Link Data Informática, o TCU constatou que houve dispensa irregular de licitação. “Quem decidia tudo em relação aos contratos de informática era o Paulo Roberto”, disse a ÉPOCA um ex-diretor da Funasa. De acordo com as autoridades, essas são apenas algumas das investigações em curso sobre supostas irregularidades em contratos da Funasa na área de informática.”

 

Janildo Silva

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios