Destaques

Gás natural pode ter novo reajuste em fevereiro na Paraíba

c5d24ba88679137ad8fbO gás natural poderá sofrer reajuste ainda este mês na Paraíba. Isso porque, a Companhia Paraibana de Gás (PBGás), em audiência pública realizada na tarde de ontem, apresentou propostas para elevação do preço do combustível em duas modalidades.

Para o gás industrial, a PBGás sugeriu elevação de 0,62%, enquanto o Gás Natural Veicular (GNV) poderá ficar até 0,66% mais caro. Já o gás comercial e residencial não sofrerá alteração de preços. De acordo com o gerente de tarifas e preços da PBGás, Ricardo Vieira, o não reajuste nestas modalidades tem por objetivo tornar os combustíveis atraentes ao consumidor. “Queremos preservar a competitividade e estimular o segmento, a adesão da população. Estamos preservando o cliente”, disse.

Como o reajuste é realizado a cada três meses, em maio os combustíveis podem ganhar uma nova tabela de tarifação, explicou Ricardo Vieira. “Não podemos garantir que o gás comercial e residencial continuarão sem reajuste. A intenção é não alterar, mas tudo vai depender das questões econômicas e estratégicas da PBGás”. Para ser validada, a proposta de reajuste precisa ser homologada pela Agência Reguladora da Paraíba (ARP), que deve emitir o parecer final no próximo dia 15 de fevereiro

Em 1º de janeiro deste ano, a PBGás reajustou em 0,58% o valor do gás industrial. Já o comercial apresentou alta de 0,44%, enquanto o residencial ficou em 0,36%. O índice de reajuste do Gás Natural Veicular (GNV) ficou em 0,62%. A maior parte do gás natural da PBGás (73%) é vendido para as indústrias, 25% para os veículos (GNV) e os 2% restantes para o comércio e residências.

jornaldaparaiba

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios