Brasil

Gás e energia elétrica ficarão mais caros para os brasilienses

Imagem Ilustrativa
Imagem Ilustrativa

As contas domésticas ficarão mais altas a partir da próxima semana. A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) autorizou a Companhia Energética de Brasília (CEB) a reajustar em 6,10%, no máximo, a tarifa. O aumento entra em vigor na segunda-feira que vem. O botijão de 13kg do gás de cozinha deverá ficar 7% mais caro em setembro. O valor correto depende de negociação entre as distribuidoras de gás e os trabalhadores do setor. As empresas vão repassar ao consumidor incremento do custo trabalhista.

No caso do setor elétrico, o índice varia de acordo com a taxa de consumo elétrico e com tipo do imóvel. Trata-se de um aumento já previsto e que ocorre todos os anos na data do aniversário do contrato de concessão. O intuito é cobrir os gastos da concessionária com o fornecimento e a transmissão da energia. Embora o reajuste tenha sido confirmado, a Aneel ainda não repassou à CEB os valores monetários a serem cobrados. A divulgação deve ocorrer até amanhã, no Diário Oficial da União.

 

Correio Braziliense

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios